Terça-feira, 28 de Maio de 2024

Home Leandro Mazzini Bolsonaro e a Igreja

Compartilhe esta notícia:

Com forte contato diário com evangélicos – na frente parlamentar do Congresso ou com pastores no Palácio – o presidente Jair Bolsonaro (PL) acenou à Igreja Católica, da qual tradicionalmente tem apoio. Bolsonaro foi à missa na Paróquia de Santo Expedito na Asa Norte, na quinta-feira, e num templo lotado, soltou o que todos gostaram de ouvir: “Tenho um rito que faço há alguns anos: levanto-me, elevo o pensamento a Deus e peço a Ele que o nosso povo não experimente as dores do comunismo”, disse, seguido por um forte amém dos fiéis. O presidente foi recebido por mais de 20 padres na sacristia para uma bênção, logo em seguida. A reaproximação do candidato com os católicos é um dos trunfos de seu staff para tentar diminuir a diferença diante da liderança de Lula da Silva (PT) nas pesquisas eleitorais. Dentro da Igreja – que não toma lado oficial, evidente – o PT é considerado muito progressista, com candidatos cujas propostas vão de encontro às da CNBB, como a legalização do aborto.

Progresso & dívidas

Há alguns anos o agronegócio e a abertura de filiais de grandes empresas brasileiras e multinacionais fizeram de Goiás um dos Estados mais ricos do Brasil. Goiânia tem um dos maiores PIB per capita – mas o progresso também traz desafios. O número de inadimplentes no Estado cresceu 7,4% em agosto em comparação com o mesmo período de 2021. Os dados são da Câmara de Dirigentes Lojistas e do SPC Brasil. Os principais credores são bancos (51,72%) e empresas de telefonia e internet (11,44%).

Bancada do contra

Perto de 75% dos parlamentares da região amazônica no Congresso Nacional votaram em medidas prejudiciais ao meio ambiente e aos povos indígenas nesta Legislatura. Dados do ‘Ruralômetro 2022’, plataforma desenvolvida pela Repórter Brasil, mostram que, dos 91 deputados federais que representam os nove Estados da Amazônia Legal, 69 foram favoráveis a projetos ou MPs com impacto na área socioambiental.

Brazucas

O Governo dos Estados Unidos emitiu 70.998 vistos para brasileiros apenas em julho, alta de 18,37% em relação a junho. O levantamento é da AG Immigration e do Departamento de Estado. No 1º semestre, 476 mil brasileiros receberam autorizações para entrar nos EUA, alta de 2.500% sobre o mesmo período de 2021. Os vistos mais emitidos em julho foram os de negócio e turismo – com 63.125 autorizações.

Apostas do Planalto

O mundo está de olho nas eleições brasileiras. A casa de apostas Betway, do Reino Unido, fez cruzamento de dados e disponibilizou jogo para que apostadores arrisquem o nome que ocupará a cadeira do Planalto. O preferido dos apostadores é o ex-presidente Lula (PT), seguido pelo presidente Bolsonaro (PL). E como terceira via surge a neófita Simone Tebet (MDB), deixando Ciro Gomes (PDT) em 4º lugar.

Bem mineiro

O perfil do empresário do setor têxtil Josué Gomes no comando implantou uma nova face da FIESP – menos política e mais instuticional, mas ainda corporativa. O herdeiro do ex-vice presidente José Alencar, mineiro discreto e com escola, tem transitado bem entre diferentes setores sem causar rachas ou polêmicas. O elogio vem de associados e de diferentes políticos. Por ora, ninguém o vê um futuro candidato eleitoral.

Colaboraram Walmor Parente, Carolina Freitas, Sara Moreira e Izânio Façanha (charge)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Leandro Mazzini

O trato
Brasil & Portugal
Deixe seu comentário
Pode te interessar

Colunistas Trio de apostas

Colunistas Palácio x Lira

Colunistas Crise na Ferbasa

Colunistas Seca & chuvas

Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News