Quinta-feira, 30 de Maio de 2024

Home em foco Bolsonaro fala que Brasil tem uma das gasolinas mais baratas do mundo

Compartilhe esta notícia:

O presidente da República e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), aproveitou discurso em carro de som na Esplanada dos Ministérios nessa quarta-feira (7), para destacar dados econômicos como a criação de empregos, a queda da inflação e dos preços de combustíveis. Na fala a apoiadores, logo após o desfile que marcou as comemorações da Independência, ele também ressaltou a criação do Auxílio Brasil, que disse ser um dos programas sociais mais abrangentes do mundo.

“O Brasil ressurge com a economia pujante e uma das gasolinas das mais baratas do mundo. Tem recorde de criação de empregos e inflação despencando”, alegou Bolsonaro, acrescentando que o País respeita a propriedade privada e “combate a corrupção para valer”.

Ele voltou a dizer que o Brasil passou por questões que agravaram as dificuldades econômicas, como a pandemia, e reclamou da “política errada do fica em casa”, contrariando, mais uma vez, recomendações de cientistas que defenderam o isolamento social no início da pandemia para tentar controlar a disseminação do vírus em um momento em que ainda não havia vacina.

Bolsonaro disse ainda que o Brasil enfrentou consequências da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

Preço médio

O preço médio da gasolina recuou 0,8% nos postos do Brasil nos primeiros cinco dias de setembro, ante a média do final de agosto, após a redução mais recente da Petrobras sobre o valor do combustível para as refinarias, conforme levantamento divulgado na última terça-feira (6) pela Ticket Log.

O preço médio da gasolina na segunda (5) era de R$ 5,46 o litro, informou a pesquisa, englobando um corte de 7% pela Petrobras que entrou em vigor no último dia 2.

Considerando-se o acumulado desde as três reduções anteriores, anunciadas em julho e em agosto, o recuo médio no preço do litro chegou a 12,21%, cerca de R$ 0,76 a menos no valor repassado ao consumidor.

“O reajuste com o maior efeito positivo para o bolso dos motoristas brasileiros continua sendo o do dia 19 de julho, que chegou a 0,92% de recuo nos primeiros dias após anúncio, resultado também da soma da isenção do ICMS”, disse, em nota, Douglas Pina, diretor-geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil, proprietária da marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade Ticket Log.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

7 de Setembro: Bolsonaro participa do desfile do Bicentenário da Independência em Brasília
Preço médio da gasolina no Brasil recua 0,8% após último corte da Petrobras
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News