Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Brasil Brasil registra 76.045 novos casos de covid e mais 284 mortes

Compartilhe esta notícia:

O Brasil registrou 76.045 novos casos de covid nas últimas 24 horas, o que eleva o total de infecções confirmadas no país a 32.434.063, conforme dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta sexta-feira.

O País também registrou 284 novas mortes no período, atingindo 671.700 óbitos por covid desde o início da pandemia. Mato Grosso do Sul não atualizou o número de óbitos pela doença nas últimas 24 horas, segundo o ministério.

O Brasil vem registrando aumentos nos números de casos e de óbitos de covid nas últimas semanas, uma vez que as medidas de contenção, como uso de máscara e distanciamento social, foram praticamente abandonadas pelo País.

Proteção da vacina

Ainda que as razões não estejam completamente esclarecidas, o excesso de peso é considerado um fator de risco significativo para a covid – tanto que, em muitos países, os obesos fazem parte do grupo prioritário nas campanhas de imunização. Feito no Reino Unido, um estudo inédito traz resultados que podem incentivar aqueles que ainda não foram tomar a vacina contra o Sars-CoV-2. Após analisar dados de mais de 9 milhões de adultos, os pesquisadores concluíram que as doses oferecem alta proteção independentemente do índice de massa corporal (IMC) de quem as recebe.

“Nossas descobertas fornecem mais evidências de que as vacinas da covid-19 salvam vidas para pessoas de todos os pesos (…) e reduzem substancialmente o risco de doenças graves de infectados”, enfatiza, em comunicado, Carmen Piernas, pesquisadora da Universidade de Oxford e principal autora do estudo, divulgado na edição de quinta-feira da revista The Lancet Diabetes & Endocrinology.

A equipe britânica avaliou os dados médicos, colhidos entre 8 de dezembro de 2020 e 17 de novembro de 2021, de 9.171.524 pessoas com mais de 18 anos, sem infecção prévia pelo Sars-CoV-2. Ao fim do período, a taxa de não imunizados contra a covid de acordo com a categoria de IMC era de 23,3% (saudável), 32,6% (baixo peso), 16,8% (sobrepeso) e 14,2% (obesidade).

De todos os participantes, 6% (566.461) testaram positivo para a infecção pelo novo coronavírus. Dos infectados, 5% (32.808) foram internados e 2% (14.389) morreram. Analisando os dados e considerando fatores como idade, sexo, tabagismo e privação social, a equipe concluiu que ser vacinado oferecia alta proteção em todos os grupos de IMC, mas que o efeito era ligeiramente menor em pessoas com baixo peso.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Neymar aciona cláusula de renovação com o PSG até 2027 e dificulta saída, diz imprensa francesa
Liga das Nações de vôlei: brasileiras batem Bulgária e assumem vice-liderança
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde