Domingo, 14 de Julho de 2024

Home Economia Brasil registra déficit de 50 bilhões de dólares nas contas externas em 12 meses: 2,5% do PIB

Compartilhe esta notícia:

As transações correntes do Brasil – que medem a entrada e a saída de dólares do País – acumularam déficit de US$50 bilhões ou 2,50% do PIB, nos últimos 12 meses até junho. No mesmo mês do ano passado, esse dado havia sido de US$ 52,6 bilhões ou 2,94% do PIB.

As transações correntes consideram três dados.

* A balança comercial de produtos entre o Brasil e outros países, isto é, as exportações e importações;

* A balança de serviços das contas externas. É considerado, sobretudo, as compras de brasileiros no exterior, incluindo gastos com importações de serviços financeiros, fretes e aluguel de equipamentos e até gastos de turismo;

* A renda primária é o terceiro dado e trata das remessas de dinheiro e pagamentos (lucros, juros e dividendos) que as empresas multinacionais, com filial no Brasil, enviam para o exterior.

Nesse cálculo, também estão as remessas que empresas brasileiras recebem do exterior. No mês de junho, apenas, as contas externas registraram déficit de US$ 843 milhões.

Investimentos

Os investimentos diretos no País (IDP), que o Banco Central não considera nas transações correntes, somaram ingressos líquidos de US$ 1,9 bilhão no mês.

O IDP acumulado em 12 meses totalizou US$ 80 bilhões (4,01% do PIB) em junho de 2023, ante US$ 83,4 bilhões (4,21% do PIB) no mês anterior e US$62,7 bilhões (3,5% do PIB) em junho de 2022.

Somente em junho, ainda de acordo com a instituição, os investimentos diretos no país totalizaram US$ 1,88 bilhão, contra US$ 5,22 bilhões no mesmo mês de 2022.

A entrada de investimentos no país geralmente está relacionada com o comportamento do Produto Interno Bruto (PIB) — que vem registrando desaceleração por conta da alta dos juros básicos da economia. Atualmente, para conter pressões inflacionárias, a taxa está em 13,75% ao ano, o maior nível em mais de seis anos.

* O Banco Central estima uma entrada de US$ 75 bilhões em investimentos estrangeiros diretos na economia brasileira neste ano.

* O mercado financeiro, em pesquisa conduzida pelo BC na semana passada com mais de 100 instituições, estima um ingresso de US$ 80 bilhões em investimentos diretos em 2023.

Gastos

Já os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 1,41 bilhão em junho deste ano, com alta frente ao mesmo mês do ano passado – quando totalizaram US$ 1,19 bilhão.

Trata-se, também, do maior valor de despesas no exterior, para meses de junho, desde 2019, ou seja, antes da pandemia da covid, quando somou US$ 1,52 bilhão.

Nos seis primeiros meses deste ano, as despesas no exterior somaram US$ 7,08 bilhões, contra US$ 5,98 bilhões no mesmo período de 2022.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

No 2º trimestre, a Petrobras produziu média de 2,1 milhões de barris de petróleo por dia no Brasil
Saiba como o governo quer recuperar as contas de Estados e municípios
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News