Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home Variedades Britney Spears leva o seu pai a julgamento por suposta escuta colocada em seu quarto

Compartilhe esta notícia:

Britney Spears levará o seu pai, Jamie Spears, a julgamento sobre a acusação dele ter contratado uma empresa de segurança para colocar escutas em seu quarto durante a tutela. As alegações tem como base informações que apareceram no The New York Times e em seu documentário, Controlando Britney Spears. No qual um ex-funcionário da empresa de segurança, Black Box, teria alegado ter instalado escutas no quarto da princesa do pop.

De acordo com a Rolling Stone, nessa quarta-feira, o advogado de Britney, Mathew Rosengart, e o advogado de Jamie, Alex Weingarten, foram ao tribunal por causa das alegações feitas. Durante o julgamento, Rosengart falou a juíza, Brenda Penny, que o advogado não havia abordado “se o seu cliente sabia ou não sobre a escuta eletrônica no quarto de Britney”. Weingarten respondeu que o episódio das escutas “não aconteceu”, e alegou que o Rosengart havia “plantado” a história das escutas no The New York Times.

Acontece que Sherine Ebadi, ex-agente da FBI contratado pelo Rosengart para investigar o pai de Britney, apresentou uma declaração ao jornal na semana passada na qual dizia que ela pessoalmente havia entrevistado o denunciante das escutas Alex Vlasov, e que ela havia passado o relatório da investigação ao Times. A juíza Penny concedeu uma audiência probatória para as alegações de violação do quarto. E um mini-julgamento será feito no dia 27 de julho para um último esclarecimento.

Advertência à irmã

Por meio de seus representantes legais, Britney Spears enviou uma carta de ‘cessar e desistir’ à sua irmã Jamie Lynn Spears, ordenando que a autora do livro ‘Things I Should Have Said’ deixe de falar sobre ela nas entrevistas promocionais sobre a publicação recém-lançada.

A equipe jurídica da cantora quer que Jamie Lynn pare de falar sobre a vida da estrela pop de 40 anos e sua luta quando ela dá entrevistas para promover seu novo livro de memórias, que eles dizem incluir ‘alegações enganosas e ultrajantes sobre Britney.

O advogado da artista, Mathew Rosengart, escreveu: “A última coisa que Britney quer é chamar mais atenção para seu livro inoportuno e suas afirmações enganosas ou ultrajantes sobre ela. Embora Britney não tenha lido e não pretenda ler, ela e milhões de seus fãs ficaram chocados ao ver como [Jamie Lynn Spears] a explorou para ganhar dinheiro. Britney não vai tolerar isso, nem deveria”, adverte.

Depois de anos sob a tutela supervisionada por seu pai, Jamie Spears, o advogado enfatizou que Britney não será mais ‘assediada’ por ninguém, e menos de sua família.

Jamie Lynn Spears foi acusada de ‘exibir alegações falsas ou fantásticas’ para ganhar publicidade para seu livro e alertou que sua irmã tomará outras medidas legais se continuar a falar sobre ela e sua briga familiar.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

13 curiosidades sobre o sangue que você talvez não conheça
Kim Kardashian exibe curvas em dia de praia nas Bahamas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Bom Dia