Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Home Economia Caixa lança crédito que permite que caminhoneiros antecipem o recebimento do valor do frete

Compartilhe esta notícia:

A Caixa Econômica Federal lançou nesta semana uma linha de crédito que permitirá aos caminhoneiros autônomos receber antecipadamente o pagamento de fretes. Os recursos serão depositados diretamente na conta do caminhoneiro com até 120 dias de antecedência. A taxa de juros será a partir de 1,99% ao mês.

Na prática, ao contratar esse crédito o caminhoneiro recebe da Caixa o pagamento pelo transporte de uma carga. O pagamento ocorre mais rápido do que se fosse feito pela transportadora que contratou o serviço do autônomo. Entretanto, há desconto no valor do frete para cobrir os juros cobrados pelo banco.

Depois, a transportadora repassa o valor total do frete à Caixa. Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a linha de crédito já está disponível para clientes do banco.

“As pessoas pegavam [empréstimos com juros] a 10%, 15%, 20% ao mês. E por quê? O caminhoneiro tinha o frete, mas ele não tinha necessariamente o dinheiro antes de entregar a carga. Então, até para colocar o diesel, ele precisava pegar emprestado”, explicou Guimarães.

O risco de inadimplência para o banco, disse, será “próximo a zero”.

Como será?

As empresas de transporte de cargas que contratam serviço de frete a prazo podem solicitar à Caixa que antecipe seu pagamento diretamente ao caminhoneiro autônomo, que recebe o valor à vista por meio de crédito em conta da Caixa, incluindo a conta-poupança digital, que é movimentada através de aplicativo.

Segundo o banco, podem ser antecipados os fretes com registro no sistema da Secretaria da Fazenda, a partir da emissão do Manifesto Eletrônico Fiscal (MDF-e), documento que armazena informações sobre a carga e os responsáveis pelo transporte.

O pagamento do empréstimo será feito em parcela única, e o vencimento será na mesma data estipulada pelo transportador no MDF-e para o pagamento do frete.

Para contratação da linha de crédito, a Caixa informa que as empresas de transporte de cargas devem solicitar a habilitação do limite em qualquer agência do banco, mediante avaliação de crédito.

Após a disponibilização do limite, a operacionalização do crédito é realizada digitalmente pelo gerenciador financeiro do banco.

Imóveis

Apesar da alta de juros nos últimos meses, o crédito imobiliário concedido pela Caixa Econômica Federal dobrou em janeiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, disse o presidente da instituição, Pedro Guimarães. Segundo Guimarães, o volume de concessões de financiamentos com recursos próprios saltou de R$ 5,8 bilhões em janeiro de 2021 para R$ 11,6 bilhões no mês passado.

“Crescemos em janeiro 100,7% em crédito imobiliário na comparação com janeiro de 2021. Na comparação com janeiro de 2018, nosso crescimento foi 820%”, afirmou Guimarães durante evento de lançamento da linha especial de crédito para caminhoneiros.

De acordo com Guimarães, a Caixa elevou, de R$ 150 bilhões para R$ 155 bilhões, a estimativa para a concessão de crédito imobiliário neste ano. Líder no setor, a Caixa concentra cerca de 70% dos financiamentos para compra de imóveis no País.

Em relação ao crédito para o agronegócio, Guimarães disse que, no atual ritmo de evolução, o banco deverá tornar-se líder no segmento na América do Sul até 2024.

“Éramos o oitavo banco no agro até ano passado; somos o terceiro agora, e até junho iremos para o segundo lugar. Se fizermos R$ 100 bilhões no agro, é 15% da nossa carteira imobiliária, não é nada”, declarou. Para a safra 2021/2022, o banco tem orçamento de R$ 35 bilhões para o crédito rural.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Carnaval em Santa Catarina: confira como será o feriado e onde as festas foram canceladas
Ao completar 30 anos de idade, Neymar vive expectativa de conquistar a Copa do Mundo no que pode ser seu último Mundial
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde