Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home coronavírus China aprova o uso da pílula da Pfizer contra a covid

Compartilhe esta notícia:

O órgão regulador de produtos médicos da China afirmou neste sábado (12) que deu aprovação condicional para o Paxlovid, medicamento da Pfizer para tratar a covid-19. Este será a primeira pílula oral contra coronavírus aprovada no país asiático.

A Administração Nacional de Produtos Médicos disse que o Paxlovid foi aprovado para tratar adultos com covid-19. O país prevê utilizar o medicamento para casos leves a moderados e fim de evitar o risco de progredir para uma condição grave. Um estudo mais aprofundado sobre a droga ainda precisa ser realizado e submetido à autoridade, segundo o órgão.

Ainda não se sabe se China já está conversando com a Pfizer para adquirir o medicamento.

“Este é um marco importante em nossa luta contra a covid-19”, disse um representante da Pfizer em comunicado, sem fornecer maiores informações.

A aprovação deve impulsionar o lucro da Pfizer, que espera US$ 22 bilhões em vendas do tratamento somente neste ano.

Os executivos da Pfizer disseram que a empresa está em discussões ativas com mais de 100 países sobre o Paxlovid e tem condição de oferecer 120 milhões de unidades de pílulas, se necessário.

Embora várias vacinas estejam disponíveis em todo o mundo para ajudar a prevenir infecções e casos graves de Covid, incluindo uma fabricada pela própria Pfizer, existem poucas opções de tratamento para pessoas infectadas com coronavírus.

Em dezembro, a Pfizer divulgou os resultados finais do teste que mostraram que seu tratamento reduziu a chance de hospitalizações ou mortes em 89% em pacientes com covid-19 em risco de doença grave, dado o tratamento dentro de três dias após o início dos sintomas, e em 88% quando administrado em até cinco dias.

Além da China, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) já aprovou o uso da pílula no continente europeu. O Canadá também já aprovou e comprou o medicamento da Pfizer para distribuir para a população.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Em meio a tensão, Bolsonaro confirma viagem à Rússia e cita fertilizantes
Senador Heinze revela ter convidado Mourão para ser candidato pelo Partido Progressistas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde