Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

Home Rio Grande do Sul Chuva: Rio Grande do Sul tem terceira morte confirmada

Compartilhe esta notícia:

O corpo do homem, que estava desaparecido após ter o carro levado pela força água, foi encontrado em Vila Flores, na Serra Gaúcha. A vítima foi achada no final da tarde de sábado (18), a mais de 10 metros de profundidade, no Rio da Prata. Essa é a terceira morte confirmada no Estado após a chuva intensa que atingiu a Metade Norte, especialmente a Serra e o Vale do Taquari, entre a noite de sexta-feira (17) e a madrugada de sábado.

O vice-governador, Gabriel Souza, postou, na manhã deste domingo (19),  nas redes sociais sobre as mortes em decorrência das chuvas.  “Bom dia. Infelizmente três óbitos – dois em Gramado e um em Vila Flores – já confirmados no RS em virtude das chuvas que causaram inundações e desabamentos. Muita destruição e milhares de pessoas alojadas em ginásios nos municípios atingidos. Ainda mais trabalho de reconstrução pela frente, estamos firmes com nossas forças de segurança e órgãos do @governo_rs nas ruas apoiando os gaúchos.”

Na tarde desse sábado, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros foram acionados para atender uma grave ocorrência em que uma residência localizada na Linha Marcondes Baixa foi soterrada. Quatro pessoas residiam na casa. Duas pessoas conseguiram sair do local, mas outras duas vieram a óbito.

Elisabeta Maria Benisch Ponath, de 51 anos, e Lidowina Lehnen, de 86, perderam a vida. “A Prefeitura de Gramado presta sua solidariedade aos familiares e segue à disposição com apoio das secretarias municipais no auxílio das ocorrências. A Defesa Civil trabalha fortemente com as secretarias de Obras, Subprefeitura, Trânsito, Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Brigada Militar em ocorrências do município”, informou o Executivo municipal.

A prefeitura de Gramado decretou situação de emergência “em função de que parte da área urbana e rural do Município foi afetada por destelhamento de residências, queda de árvores em residências e na via pública, deslizamentos de terra e alagamentos. Nesta sexta e sábado (17 e 18), foram registradas diversas ocorrências relacionadas aos danos causados pelas fortes chuvas e temporal no município de Gramado”.

Um abrigo foi montado junto ao ginásio da Escola Senador Salgado Filho, para onde foram levadas as famílias que precisaram deixar suas residências. Diversas vias do município foram bloqueadas total ou parcialmente devido a quedas de barreiras, árvores e postes de luz.

Falta de água

A Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) informou a interrupção do abastecimento de água em todos os bairros de Gramado no sábado (18), em decorrência do rompimento de uma adutora. “Equipes trabalham para consertar o sistema, mas o trabalho está sendo dificultado pelas fortes chuvas. O término do serviço está previsto para o final do dia de hoje, mas poderão ocorrer oscilações na pressão da água e a normalização do abastecimento se dará gradualmente. É importante que a comunidade que ainda tem água, mantenha o uso controlado e consciente”, declarou a Corsan.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Estados Unidos, Israel e Hamas mais perto de um acordo provisório para pausar conflito e libertar reféns
Sine Municipal de Porto Alegre oferece 1.727 vagas de emprego nesta semana
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias