Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Com a chuva no Estado, rio Taquari começa a transbordar e famílias já deixam suas casas

Compartilhe esta notícia:

Com as fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde a segunda-feira (2), o rio Taquari começou a transbordar na manhã desta terça. Em Lajeado (Vale do Taquari), a Defesa Civil estadual aponta que mais de 20 famílias já deixaram as suas casas, rumo a residências de familiares, com o auxílio de caminhões da prefeitura.

Também foi disponibilizada a estrutura do ginásio do Parque do Imigrante para receber os primeiros desabrigados. Trata-se do mesmo local que serviu de abrigo durante as enchentes que atingiram a cidade em julho de 2020, quando mais de 2 mil pessoas tiveram que sair de casa.

Outras cidades da região ainda não haviam registrado a ocorrência de desalojados ou desabrigados, mas já apresentam problemas em função do alto volume do rio Taquari. Em Arroio do Meio, ruas próximas à margem do rio já apresentavam bloqueios causados pela água.

A equipe do setor de Hidrologia da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) aponta que os rios Caí e Cadeia, ambos no Vale do Caí, também estão em alta e prestes a transbordar. A iminência do problema motivou autoridades locais e se prepararem para auxiliar as famílias ribeirinhas.

A região dos Vales é alvo dos principais alertas. Os rios Taquari, Sinos, Caí, Jacuí, Gravataí, bem como o Lago Guaíba estão em atenção devido ao nível das águas. Em Alegrete, o Ibirapuitã está acima da cota de inundação, mas em declínio e sem previsão de volumes significativos. Mas o rio Quaraí já está com os níveis estáveis e abaixo da cota de inundação.

O órgão estadual presta suporte técnico a prefeituras e moradores de comunidades ribeirinhas. Até o momento, foram entregues mais de 3 mil metros-quadrados de lonas, além de cobertores, cestas básicas, materiais de higiene e limpeza.

Novo alerta da Defesa Civil

A Defesa Civil gaúcha emitiu novo alerta na tarde desta terça-feira (3) sobre a possibilidade de chuvas frequentes e rajadas de vento de até 90 quilômetros por hora. E mantém-se o prognóstico do dia anterior, no que se refere ao risco de transbordamento de rios.

A vigência do alerta é até 15h30min desta quarta-feira (4). O órgão estadual reitera a orientação de que, em caso de emergência, o cidadão acione os telefones 190 ou 193.

“Em conjunto com a Sema, continuamos monitorando 24 horas por dia”, ressalta a Defesa Civil. “Todas as equipes das nove Coordenadorias Regionais estão em alerta máximo acompanhando a situação dos rios para prestar auxílio aos municípios.”

Os maiores acumulados de chuva ficam entre a Serra Gaúcha e Litoral Norte. Neste último, a previsão de rajadas de vento com intensidade moderada a forte deixa o mar agitado e com possibilidade de ressaca.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Fase e Junior Achievement RS firmam parceria para ofertar qualificação a jovens
Placas de licenciamento ambiental da Fepam passam a exibir QR Code para acesso a informações
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News