Quinta-feira, 02 de Dezembro de 2021

Home Brasil Com avanço da vacinação, turismo vive retomada nas viagens dentro do Brasil

Compartilhe esta notícia:

Com o avanço da vacinação, o turismo vive uma retomada nas viagens nacionais. A procura já é bem maior do que em 2020.

Dá para entender tanta empolgação da Carin ao pousar no Aeroporto de Jericoacoara, no Ceará. “A gente fica esperando, depois dessa pandemia. Eu não vinha desde 2019. Eu estava com muita vontade de chegar até aqui”, diz Carin Gale, relações públicas.

É tanta gente compartilhando essa vontade que o número de voos semanais para uma das praias mais famosas do país vai triplicar em dezembro.

“A gente já percebe quase que uma retomada ao que a gente tinha antes, com um público ainda um pouquinho diferente, muito brasileiro ainda vindo, que nessa época não era tão comum”, afirma a diretora de resort Silmara Américo.

O turismo interno é o principal responsável pelo aumento de 60% nos pacotes de viagens, em relação ao ano passado. Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Salvador e Recife estão entre os destinos mais procurados.

Na Jericoacoara lotada deste feriadão, os passeios são concorridos. Em alguns momentos do dia os turistas fazem filas para tirar foto no principal cartão postal da vila. É uma recompensa para quem, de qualquer jeito, enfrenta um difícil caminho para chegar em Jericoacoara.

A caminhada pela praia ou a descida do morro que dão acesso à Pedra Furada não desanimam quem faz de tudo para sair bem na foto com uma escultura natural. No fim do dia, a duna vira arquibancada para contemplar o pôr do sol.

“A gente vê muita coisa bonita durante o dia, e acredito que aqui ajuda a fechar o dia muito bem”, diz a analista de marketing Carina Bueno.

E para abrir a noite, tem luau na praia. “A gente vai passando pela avenida principal e vai ouvindo os sons que vão vindo dos restaurantes e das lanchonetes; a partir daí a gente escolhe aquilo que tem mais a ver com a gente”, conta a gerente de RH Ludimila Martins.

O Pedro chegou de São Paulo, mas não para fazer turismo. Ocupa um dos empregos temporários abertos na vila para dar conta de tanto movimento. “Eu consegui o emprego e, graças a Deus, estou aqui. Estou agarrando com unhas e dentes”, afirma o garçom Pedro César Rocha.

Para quem está a passeio é só aproveitar o que natureza oferece. “Pé na areia o tempo todo. O sapato é só para o avião. Aqui eu não acordo do sonho”, diz o pesquisador Valdir Tostes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Confira as principais fraudes com o Pix e saiba como se proteger
Procura por energia solar, limpa e mais barata, cresce no Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada