Segunda-feira, 04 de Julho de 2022

Home em foco Concerto com solistas da Ospa e recital de violoncelos serão atrações do fim de semana em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) tem programação dupla neste final de semana: o concerto especial Solistas da Ospa neste sábado (21), às 17h, e o recital com quarteto de violoncelos neste domingo (22), às 18h. As apresentações serão na Casa da Ospa, dentro do Centro Administrativo Fernando Ferrari, na avenida Borges de Medeiros, 1501, no bairro Praia de Belas, em Porto Alegre.

Três músicos terão destaque no concerto deste sábado. O trombonista José Milton Vieira estreia uma obra composta pelo músico Arthur de Faria especialmente para ele, Concertino para trombone e orquestra, e o violinista Leonardo Bock e o contrabaixista Eder Kinappe executam Gran duo concertante para violino e contrabaixo, do italiano Giovanni Bottesini.

“Sinfonia nº 2 em sol maior”, do inglês Ralph Vaughan Williams, completa o programa do dia. Quem comanda o espetáculo é o regente convidado Salvador Vázquez, que já conduziu grandes orquestras da Espanha. Os ingressos custam entre R$ 10 e R$ 40 e podem ser adquiridos no site sympla.com.br.

Antes da apresentação, dentro do projeto Notas de Concerto, às 16h, a pianista, compositora e pesquisadora Catarina Domenici fala ao público sobre as obras que serão executadas pela orquestra.

Recital

A Sala de Recitais da Casa da Ospa recebe o recital da Série Música de Câmara neste domingo. A entrada é franca, por ordem de chegada. A apresentação reúne pela primeira vez o quarteto formado pelos violoncelistas da Ospa Diego Biasibetti, Murilo Alves, Rodrigo Alquati e Tácio Cesar Vieira.

No repertório, estão sete obras de cinco mestres da música brasileira. Canto do menestrel, de Ernst Mahle (1929-), compositor alemão radicado no Brasil há mais de 70 anos e vencedor do prêmio Açorianos 2019 na categoria Compositor. Em seguida, o quarteto viaja por variados ritmos brasileiros, como toada, choro e baião, presentes nas “cinco miniaturas brasileiras”, de Edmundo Villani-Côrtes (1930-).

O programa traz uma amostra das célebres Bachianas brasileiras, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959): o segundo movimento (modinha) da primeira obra do ciclo, cuja versão original foi escrita para a formação de oito violoncelos.

Outro compositor apaixonado pelo instrumento foi Tom Jobim (1927-1994), que está representado no recital por Luiza e Canta, canta mais. A apresentação inclui ainda duas obras de Ernani Aguiar (1950-), Quatro momentos n° 3, na versão para quarteto de violoncelos do músico gaúcho Hugo Pilger, e Violoncelada, em arranjo original.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Porto Alegre amplia oferta de viagens no transporte coletivo
Pressionado por partidos da terceira via, João Doria fala sobre ser vice de Simone Tebet: “Estamos dialogando, sempre conversando”
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde