Sábado, 21 de Maio de 2022

Home em foco Covid: Estados Unidos dão o troco e suspendem 44 voos de passageiros para a China

Compartilhe esta notícia:

Os Estados Unidos anunciaram recentemente a suspensão de 44 voos de passageiros para a China em resposta às restrições de Pequim impostas a companhias americanas alegando seus protocolos contra a covid. A China mantém controles rígidos para cruzar suas fronteiras, incluindo a redução de voos e a interrupção automática de rotas em que ocorrem contágios excessivos.

Devido a esta interrupção automática, as autoridades chinesas cancelaram voos das companhias americanas American, Delta e United Airlines porque passageiros que tinham testado negativo para a covid antes da decolagem testaram positivo após serem examinados na chegada à China.

O Departamento de Transportes dos EUA disse que “ações que prejudiquem as operações da Delta, American e United (…) são adversas ao interesse público e justificam ações corretivas proporcionais por parte do departamento”.

“As companhias americanas, que estão seguindo todas as normas chinesas relevantes relacionados aos protocolos de pré-embarque e durante o voo não deveriam ser penalizadas”, comentou o Departamento.

Os 44 voos suspensos por Washington são operados pela Air China, China Eastern Airlines, China Southern Airlines e Xiamen Airlines e estão programados entre 30 de janeiro e 29 de março.

A decisão foi tomada três semanas antes do início dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim.

A capital chinesa já suspendeu milhares de voos e aumentou os testes depois de registrar sua primeira infecção comunitária da variante contagiosa ômicron há uma semana.

Olimpíada

Faltam menos de duas semanas para o início dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, o segundo a ser realizado em meio à pandemia, depois dos jogos de verão realizados em Tóquio no ano passado.

Pequim se tornará a primeira cidade a sediar os Jogos de Verão e de Inverno depois de sua estreia olímpica em 2008, e no mês passado os organizadores disseram que os preparativos estão “muito bem encaminhados” para que a Olimpíada siga conforme o previsto.

Mas não tem sido fácil. Tal como nos Jogos Olímpicos de Verão do ano passado, uma série de medidas de prevenção da covid foi posta em prática antes, e eles serão novamente realizados num sistema de “bolha” à prova do vírus.

Os Jogos Olímpicos de Inverno começarão com a cerimônia de abertura em 4 de fevereiro e terminarão com a cerimônia de encerramento em 20 de fevereiro, com cerca de 3 mil atletas competindo em 15 disciplinas em 109 provas.

Em seguida, Pequim também sediará os Jogos Paralímpicos, que serão realizados de 4 a 13 de março.

Os organizadores pretendem realizar os Jogos de Pequim 2022 em um sistema de circuito fechado acessível apenas aos participantes, um plano que permaneceu em vigor em meio à rápida disseminação da variante Ômicron do coronavírus.

Conforme indicado no manual dos Jogos publicado em dezembro, o sistema de circuito fechado abrangerá as instalações, os hotéis oficiais e o serviço de transporte próprio do evento.

Os participantes totalmente vacinados poderão entrar no circuito fechado sem passar pela quarentena, enquanto os que não estiverem vacinados terão que ficar em quarentena por 21 dias após a chegada a Pequim.

Podem ser concedidas isenções médicas, estudadas caso a caso, a quem não estiver vacinado. Alguns países, como Estados Unidos e Canadá, exigem que todos os membros da equipe sejam vacinados.

Durante os Jogos, os participantes passarão por exames e controles sanitários diários e não terão contato com o público em geral.

“O circuito é muito seguro. É um lugar que eu diria que é muito difícil comparar com qualquer outro lugar do mundo no momento, porque temos aqui uma população totalmente vacinada, muitas com doses de reforço, que passam por testes diários de PCR e que vive em um circuito fechado”, declarou à imprensa em 12 de janeiro, Pierre Ducrey, diretor de operações dos Jogos Olímpicos do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A confirmação de um resultado positivo significará que os participantes não poderão competir ou continuar participando dos Jogos; os sintomáticos permanecerão em um hospital designado para receber tratamento, enquanto os assintomáticos serão transferidos para uma unidade de isolamento.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Sindicato impede Santander de abrir no sábado em Blumenau
Dois turistas morrem em tiroteio em resort de luxo em Cancún
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News