Terça-feira, 16 de Julho de 2024

Home Grêmio Dirigente do Grêmio diz que a CBF não fez nada pelos clubes gaúchos após enchente no Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

Desde a paralisação do Campeonato Brasileiro por duas rodadas, em decorrência da tragédia climática que atingiu o Rio Grande do Sul em maio, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda não estruturou projetos para apoiar os clubes gaúchos afetados pelas enchentes, segundo afirma Henrique Gutterres, executivo de marketing do Grêmio.

Pouco mais de um mês após o início da tragédia climática no Sul, os clubes gaúchos tentaram encontrar meios de se reestruturar, mas não contaram com a estrutura da CBF durante esse processo.

“Se a gente ver quais foram as decisões da CBF que ajudaram as equipes do Sul, a gente vai ver que não teve, né? Basicamente, a CBF delegou para cada clube a sua negociação. A única coisa que a CBF fez foi a paralisação do Campeonato Brasileiro por duas rodadas, mas também o fez porque sofreu uma pressão enorme dos clubes e, principalmente, da sociedade”, disse Gutterres em entrevista ao portal UOL.

O dirigente gremista também entende que as ações pontuais da principal entidade do futebol brasileiro não se transformaram em um projeto estruturado a médio e longo prazo. “Até onde eu sei, ainda não tem nenhum projeto estruturado via CBF para ajudar na reconstrução. Até onde eu sei, nem financeiro”, finalizou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Lula defende taxação de super-ricos na Organização Internacional do Trabalho
Varejo não registrou impacto da situação no Rio Grande do Sul em dados de abril
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa