Sábado, 21 de Maio de 2022

Home em foco Disney flexibiliza o uso de máscaras para vacinados contra a covid em seus parques

Compartilhe esta notícia:

O uso de máscaras na maioria dos espaços fechados e abertos dos parques da Disney na Califórnia e na Flórida é opcional desde a última quinta-feira (17), para os vacinados contra a covid-19, informou a companhia.

“Em função das tendências recentes e das diretrizes regulatórias, o Walt Disney World Resort fará ajustes nestas medidas, que podem sofrer novas mudanças a qualquer momento e sem aviso prévio”, explicou a The Walt Disney Company em comunicado.

Segundo os novos protocolos, todos os visitantes vacinados não necessitam usar máscaras nas áreas externas e na maior parte das internas, exceto em lugares mais apertados como os ônibus, e também nos centros de primeiros socorros.

As máscaras continuarão sendo obrigatórias para quem quiser visitar os parques sem estar imunizado contra o vírus “em todos os locais fechados, incluindo atrações e filas”.

Em julho de 2021, a Disney passou a exigir o uso de máscaras em espaços fechados em seus parques temáticos a todos os visitantes maiores de dois anos. Também pediu a seus funcionários não sindicalizados que se vacinassem contra o vírus.

Os parques temáticos do conglomerado Disney fecharam as portas em março de 2020 por causa da pandemia. O Disney World, em Orlando (Flórida), reabriu em julho daquele ano com a adoção de protocolos sanitários, enquanto a Disneylândia, em Anaheim (Califórnia), apenas voltou a funcionar no ano seguinte.

Os governos da Califórnia e da Flórida estabeleceram diferentes medidas para controlar a pandemia, sendo que o primeiro adotou protocolos sanitários mais rígidos. A Disney ressalta em seu comunicado que os visitantes devem respeitar as normativas vigentes nas cidades e estados onde os parques estão localizados.

Coachella

Os organizadores do Coachella anunciaram nesta semana que o festival, marcado para acontecer entre os dias 15 e 27 de abril, não vai exigir que o público apresente comprovante de vacina nem teste de covid para adentrar no evento, tampouco vai pedir o uso de máscaras em suas dependências. A decisão, publicada no site oficial do Coachella, vai na contramão de outros eventos musicais ao redor do mundo, que continuam com os protocolos de saúde.

A página sobre covid-19 no site do evento se exime de qualquer tipo de responsabilidade ou garantia de saúde ao público.

Lollapalooza Brasil

No Brasil, o Lollapalooza 2022 vai exigir para entrada no evento o uso de máscara e o comprovante de vacinação contra a covid, com ao menos duas doses. A organização do festival divulgou um comunicado sobre as medidas sanitárias na última quinta.

O uso de máscaras será obrigatório dentro do Autódromo de Interlados, local do evento, e a retirada só será permitida para o consumo de alimentos e bebidas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Universidade americana começa a testar a ivermectina em pacientes com covid
Mortes por coronavírus se aproximam de 38 mil no Rio Grande do Sul
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News