Domingo, 22 de Maio de 2022

Home Economia Dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pedem demissão

Compartilhe esta notícia:

Mais dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pediram demissão dos cargos. Secretários do time do ministro Paulo Guedes minimizaram o impacto das saídas.

De acordo com eles, são baixas ligadas ao fim de mandato e a possibilidade de reestruturações na pasta, o que estaria levando integrantes da equipe a se recolocarem em outras posições fora do governo neste início de último ano do mandato.

Desde o fim do ano passado, há um decreto preparado para publicação pela Economia para reformular secretarias e criar uma nova secretaria de pesquisas integrando o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Dentre os desligamentos no órgão, os mais recentes ocorreram em outubro, após Guedes aceitar mudanças na regra do teto de gastos para garantir a implementação do Auxílio Brasil.

Estão deixando a equipe econômica o secretário de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Cristiano Rocha Heckert; o secretário de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria, vinculada à Secretaria do Tesouro, Gustavo José de Guimarães e Souza; e o diretor de Programa da Secretaria da Receita Federal, Mauro Sergio Bogea Soares.

As exonerações, a pedido, foram publicadas no Diário Oficial da União de quarta-feira (19). No caso de Heckert e Gustavo Guimarães, as exonerações são retroativas a 7 e 13 de janeiro, respectivamente.

Segundo o Ministério da Economia, Heckert foi escolhido em dezembro para ser o novo diretor-presidente da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe), por isso está deixando o cargo.

A Economia afirmou ainda que o nome do secretário foi selecionado pelo Conselho Deliberativo em processo com 22 candidatos, e que será submetido à habilitação pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). “Depois, segue para nomeação pelo presidente da República. Para o lugar do secretário Cristiano Heckert será selecionado um servidor público com perfil técnico, com comprovada experiência e qualificação, de forma a dar continuidade à agenda de transformação e modernização da gestão pública”, explicou em nota.

Gustavo Guimarães será substituído por Fernando Serta Meressi, que atualmente é subsecretário de planejamento governamental, mas já havia sido nomeado como substituto eventual de Guimarães há alguns meses. Segundo a Economia, Gustavo Guimarães está indo para o Legislativo.

Já a Receita Federal apenas reforçou que a exoneração de Soares ocorreu a pedido do servidor. Não há informações sobre o substituto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Davi Alcolumbre trava, há meses, projeto que barra “supersalários” no serviço público
Motoristas gaúchos podem parcelar o IPVA 2022 em até seis vezes
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa