Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022

Home Brasil Dólar abre a semana cotado no menor valor em quase cinco meses: 5 reais e 25 centavos

Compartilhe esta notícia:

O dólar fechou forte queda de 1,27%, cotado a R$ 5,2531, nessa segunda-feira (7) , com o real liderando os ganhos no dia entre as principais moedas globais, repercutindo um movimento de ajuste e contínuos fluxos diante do atrativo juro brasileiro. Essa foi a maior queda percentual em uma semana e o menor patamar de fechamento desde 15 de setembro do ano passado (R$ 5,237).

O mercado operou ainda sob expectativa para a ata do Copom, que nesta terça-feira (8) deverá oferecer mais detalhes sobre a disposição do Banco Central em seguir elevando a taxa Selic (básica de juros). A alta do IGP-DI de janeiro bem acima do esperado reforçou o caso de uma política monetária restritiva.

Com o resultado, a moeda norte-americana passou a acumular queda de 0,99% no mês e de 5,77% no ano.

Cenário

Na cena externa, os mercados seguiram guiados pelas expectativas d elevações de juros nos Estados Unidos. Os investidores apostam em mais de quatro altas de juros na maior economia do mundo neste ano, o que elevaria a atratividade do dólar como investimento e ameaçaria tirar de mercados emergentes parte da liquidez.

Com a elevação da Selic para 10,75% ao ano, o Brasil passou a ter a maior taxa mundial de juros reais, isto é, quando se desconta a perda pela inflação, o que por ora tem sido positivo para o real, uma vez que eleva a rentabilidade do mercado de renda fixa doméstico e o fluxo de capital estrangeiro ao país.

Na agenda de indicadores, a FGV divulgou que o Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou para 2,01% em janeiro, acima das expectativas, pressionado pelos preços de commodities e combustíveis. Já o indicador de tendência de emprego da FGV cai em janeiro pelo 3º mês seguido, para o menor nível desde agosto de 2020.

Os economistas do mercado financeiro elevaram pela quarta semana seguida a estimativa de inflação para 2022, que passou de 5,38% para 5,44%, segundo boletim Focus divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central. Para a Selic, foi mantida a projeção de patamar de 11,75% ao ano para o fim de 2022.

A projeção do mercado para a taxa de câmbio no fim de 2022 permaneceu em R$ 5,60. Para o fim de 2023, ficou estável em R$ 5,50 por dólar.

Já para o nível de atividade, o mercado financeiro manteve previsão de crescimento de apenas 0,30% do PIB (Produto Interno Bruto) neste ano.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Salário mínimo ideal no Brasil deveria ser de quase 5 mil e 900 reais, cinco vezes maior que o oficial
Gol anuncia que vai receber investimento de 200 milhões de dólares da American Airlines
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa