Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

Home Economia Dólar fecha em alta de 0,22%, vendido a 5 reais e 14 centavos, com investidores de olho nos dados inflacionários de Estados Unidos e Brasil

Compartilhe esta notícia:

O dólar fechou em alta nesta quarta-feira (11), com os investidores de olhos nos dados de inflação no Brasil e nos Estados Unidos. A moeda norte-americana terminou o dia vendida a R$ 5,1441, alta de 0,20%.

No dia anterior, a divisa registrou queda de 0,40%, cotado a R$ 5,1340. Com o resultado mais recente, passou a acumular avanço de 4,08% no mês. No ano, ainda tem queda de 7,73% frente ao real.

Ibovespa

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, fechou em alta nesta quarta, após ter recuado nos 4 últimos pregões, com o foco dos mercados nos dados de inflação de Brasil e EUA.

O Ibovespa subiu 1,25%, a 104.397 pontos.

Na terça (10), a Bolsa fechou em queda de 0,14%, aos 103.110 pontos – a pior marca desde o dia 10 de janeiro (101.945 pontos). Com o resultado, passou a acumular quedas de 0,70% na semana, de 3,23% no mês e de 0,41% no ano.

Mercados 

Os mercados seguem monitorando pistas sobre a trajetória dos juros nos Estados Unidos, em um momento de alta da inflação global e de desaceleração da economia.

O Departamento do Trabalho dos EUA mostrou nesta quarta que a inflação ficou em 8,3% em 12 meses até abril, apenas 0,2 pontos percentuais abaixo do maior patamar desde dezembro de 1981, alimentando preocupações sobre o aperto agressivo da política monetária.

Juros mais altos nos EUA tornam os investimentos em títulos do tesouro norte-americano (treasuries) mais rentáveis, valorizando o dólar frente a outras moedas e drenando liquidez de países emergentes como o Brasil.

O real tem sido uma das moedas mais penalizadas pela recente debandada recursos aplicados em ativos e mercados considerados mais arriscados. Desde 20 de abril, quando operou pela última vez em torno de R$ 4,60, o dólar saltou 11,17%, reduzindo as perdas no ano para 7,88% – chegaram a ser de 17,33% no começo de abril –, mesmo com o Banco Central caminhando para elevar mais os juros.

Na agenda local, o IBGE divulgou mais cedo a inflação oficial de abril, que ficou em 1,06% – a maior variação para um mês de abril desde 1996. Em 12 meses, o IPCA passou acumular alta de 12,3%.

Em Nova York, o índice de tecnologia Nasdaq, que subiu 0,91% no pico do dia, fechou em queda de 3,18%. E os juros dos títulos do Tesouro dos EUA –considerados os ativos mais seguros do mundo – abandonaram altas de mais cedo e passaram a cair, refletindo demanda de investidores por liquidez e fuga de risco.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Saiba quem é Adolfo Sachsida, novo ministro de Minas e Energia que enfrentará alta dos preços dos combustíveis
Empresas aéreas Gol e Avianca Colômbia anunciam fusão
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News