Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024

Home Mundo Donald Trump diz que FBI apreendeu seus passaportes

Compartilhe esta notícia:

Retiro do ex-presidente em Mar-a-Lago, na Flórida, foi alvo de buscas por agentes na semana passada. Republicano é investigado por suspeita de violações da Lei de Espionagem. O ex-presidente norte-americano Donald Trump afirmou nesta segunda-feira (15) que teve seus passaportes “roubados” na operação do FBI (a polícia federal dos Estados Unidos) em sua casa em Mar-a-Lago, na Flórida. O republicano classificou a ação como um “ataque a um oponente político” e disse que trata-se de uma coisa de “terceiro mundo”.

“Uau. Na batida do FBI em Mar-a-Lago eles roubaram meus três passaportes (um vencido), junto com todo o resto. Trata-se de um ataque a um adversário político em um nível nunca antes visto em nosso país. Terceiro Mundo”, escreveu o ex-presidente na Truth Social, rede social fundada por ele após ser banido de Twitter e Facebook.

Ao falar em mais de um passaporte, Trump possivelmente se refere a um passaporte azul regular, emitido aos cidadãos dos EUA, e um passaporte diplomático vermelho, para viagens oficiais do governo. Sem os documentos, o ex-presidente não pode sair dos EUA.

Ainda não está claro se os passaportes realmente foram apreendidos e se isso foi feito por risco de fuga do ex-presidente.

Lei de Espionagem

Trump está ameaçado de prisão por possíveis violações da Lei de Espionagem. Há uma semana, o FBI realizou buscas na mansão de Trump em Mar-a-Lago, na Flórida. Os agentes procuravam provas do manuseio inapropriado de documentos confidenciais por parte do político republicano, inclusive alguns classificados como “top secret” (ultrassecretos).

Isso constituiu uma violação de três estatutos criminais, uma condenação sob os quais pode resultar em penas totalizando até 33 anos de prisão. Durante seu governo o magnata republicano incrementou as penalidades pela violação dessas mesmas leis.

O conteúdo preciso dos documentos não foi revelado, porém a classificação como top secret é reservada às informações de segurança nacional mais bem guardadas. Normalmente tais documentos são mantidos em instalações governamentais especiais, a fim de evitar danos graves à segurança nacional.

O mandado de busca autorizou os agentes do FBI a apreenderem materiais da residência de Trump para investigar crimes relacionados à Lei de Espionagem, que proíbe a retenção não autorizada de informações de segurança nacional passíveis de prejudicar os Estados Unidos ou ajudar um adversário.

A operação na residência de Trump provocou fúria e protestos públicos de seus seguidores fiéis, evocando uma “perseguição política”. Classificando as batidas como “antiamericanas, injustificadas e desnecessárias”, Trump já havia exigido na última sexta-feira a divulgação “imediata” desse mandado federal utilizado pelo FBI.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Ministério da Saúde compra 1 milhão de doses da CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos
Futebol: as chaves, horários e jogos das quartas de final da Copa do Brasil
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde