Sexta-feira, 14 de Junho de 2024

Home Você viu? É ciência: coma chocolate para turbinar seu cérebro

Compartilhe esta notícia:

Nutricionistas costumam dizer que o cérebro está por trás de tudo – nossos pensamentos, memória, foco, movimentos, respiração, batimentos cardíacos – e que certos alimentos podem ajudar a torná-lo mais forte e capaz.

Além disso, alimentos desempenham papel fundamental na longevidade. De acordo com o National Institute on Aging, o que comemos impacta diretamente a inflamação e o estresse oxidativo em nossos corpos – ambos podem afetar nosso risco de doenças neurodegenerativas, incluindo Alzheimer e Parkinson.

Confira cinco alimentos que funcionam para aguçar sua memória, foco e saúde geral do cérebro.

1. Chocolate escuro – O chocolate escuro é cheio de antioxidantes e flavonóides do cacau que ajudam a preservar a saúde das células cerebrais. Ele também contém fibras para ajudar a reduzir a inflamação do cérebro e prevenir o declínio cognitivo.

Um estudo de 2020 analisou como o chocolate amargo e o chocolate branco podem afetar a memória de jovens adultos saudáveis. Os participantes que receberam chocolate amargo tiveram melhor desempenho de memória verbal duas horas depois de consumir o chocolate, em comparação com o grupo que recebeu chocolate branco.

2. Frutas Vermelhas – As frutas vermelhas são repletas de antioxidantes, fitonutrientes, fibras, vitaminas e minerais. Esses nutrientes ajudam a reter a memória e o conteúdo de fibra ajuda a alimentar os micróbios no intestino para reduzir a inflamação do cérebro.

Morangos, por exemplo, são ricos em flavonóides e podem ajudar a desacelerar o declínio cognitivo; mirtilos contêm diferentes tipos de flavonóides relacionados com a prevenção do estresse oxidativo; e amoras são ótimas fontes de antioxidantes, que ajudam a saúde das células cerebrais.

3. Cúrcuma – Um dos principais ingredientes do curry em pó, a cúrcuma contém um composto chamado curcumina, que é o segredo por trás de seus benefícios de estimular o cérebro.

A curcumina é uma substância anti-inflamatória poderosa. Consumir, descobriram estudos, pode ajudar a reduzir os sintomas de ansiedade e diminuir o declínio cognitivo com a idade.

4. Folhas verdes – As folhas verdes são um alimento básico em dietas saudáveis para o cérebro porque contêm folato, que é uma vitamina B que apoia o neurodesenvolvimento e a função neurotransmissora. A deficiência de folato tem sido associada ao aumento dos sintomas de depressão, bem como ao envelhecimento cognitivo.

5. Alimentos fermentados – A fermentação envolve a adição de alimentos a uma cultura de microorganismos que se alimentam dos açúcares dos alimentos. Isso cria outros produtos, como o ácido lático, que podem gerar bactérias amigáveis ao intestino.

Assim, temos o que é chamado de conexão intestino-cérebro. Portanto, quando comemos alimentos fermentados e aumentamos nossa saúde intestinal, também podemos melhorar nossa função cognitiva.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Você viu?

Brasil tem um grupo, quase uma “irmandade”, que reúne cerca de 100 fãs e donos de Tesla que pagaram de 600 mil a mais de 1,2 milhão de reais
Seis acessórios que não podem faltar na hora de viajar
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada