Segunda-feira, 04 de Julho de 2022

Home Variedades Ellen Barkin, ex-namorada de Johnny Depp, diz em depoimento que ator era ciumento e controlador

Compartilhe esta notícia:

A atriz Ellen Barkin, ex-namorada do ator Johnny Depp, afirmou que o ator era ciumento e controlador em um depoimento gravado e exibido durante a audiência do processo de difamação de Depp e Amber Heard. As informações são da agência de notícias Reuters.

O ator está processando Heard com um pedido de US$ 50 milhões de indenização, dizendo que ela o difamou quando alegou ter sido vítima de abuso doméstico. Heard abriu um outro processo, em que pede US$ 100 milhões, argumentando que Depp a difamou ao chamá-la de mentirosa.

O depoimento de Barkin foi gravado em novembro de 2019, e mostra Ellen respondendo perguntas da advogada de Amber.

Em um dos trechos do depoimento, a advogada pergunta se ela tinha conhecimento que Depp bebia em excesso. A atriz respondeu que sempre soube. “Ele estava bêbado o tempo todo, na maioria das vezes.”

A advogada também pergunta se Depp usava alucinógenos, cocaína ou maconha na frente dela. A atriz confirma e diz que ocorria o tempo todo e não conseguiria enumerar quantas vezes viu. “Eu não poderia nem te dizer. Quero dizer, eu só sei que ele estava sempre bebendo e, ou fumando baseado.”

Ellen e Depp tiveram um relacionamento que durou entre três e seis meses em 1994. A atriz ainda disse que ele era ciumento e controlador.

“Ele é apenas um homem ciumento, controlador. Onde você está indo? Com quem você vai? O que você fez ontem a noite?… Eu tive um arranhão nas costas uma vez que o deixou muito, muito irritado porque ele insistiu que era por eu ter feito sexo com uma pessoa que não era ele”, disse.

O caso refere-se a um artigo de opinião de dezembro de 2018 publicado no jornal “Washington Post”. O artigo nunca mencionou Depp pelo nome, mas seu advogado disse aos jurados que estava claro que Heard estava se referindo a ele. O divórcio do casal foi finalizado em 2017, após menos de dois anos de casamento.

Depp, que já esteve entre as maiores estrelas de Hollywood, disse que nunca bateu em Heard ou em qualquer outra mulher, e que as acusações de Heard custaram “tudo”. Um novo filme da franquia “Piratas do Caribe” foi suspenso, e Depp foi substituído na franquia “Animais Fantásticos”, do universo “Harry Potter”.

Os advogados de Heard argumentam que ela diz a verdade e que sua opinião está protegida pela liberdade de expressão, de acordo com a primeira emenda da Constituição norte-americana.

Há menos de dois anos, Depp perdeu um processo por calúnia contra o jornal “The Sun”, um tabloide britânico que o chamou de “agressor de mulher”. Um juiz de uma Alta Corte de Londres decidiu que ele havia agredido Heard repetidas vezes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Casamento Lula e Janja: veja quais famosos e políticos foram à cerimônia
Cinco séries novas para maratonar no fim de semana
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde