Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Home Esporte Em clima de desfecho de ciclo, Brasil volta a enfrentar a Bolívia nesta terça

Compartilhe esta notícia:

Passado quase um ano e meio, ou mais precisamente 536 dias, o Brasil voltará a enfrentar a Bolívia pelas eliminatórias da Copa do Mundo. O jogo desta terça-feira (29), às 20h30, em La Paz, tem ares de fim de ciclo: algumas coisas mudaram e outras nem tanto assim desde que a Seleção encarou essa equipe na rodada de abertura da competição.

A seleção brasileira que deu o pontapé no torneio e goleou a Bolívia por 5 a 0 em outubro de 2020 tinha certas diferenças em relação à equipe de hoje. Alguns jogadores perderam espaço no grupo, como por exemplo o volante Douglas Luiz e os atacantes Everton e Roberto Firmino.

Por outro lado, a base continuou a mesma, com Danilo, Marquinhos e Thiago Silva na defesa, além de Casemiro no meio de campo. Fred e Lucas Paquetá conquistaram seus lugares no time titular, que na próxima terça estará desfalcado de Vini Jr e Neymar (suspensos).

Brasil contra a Bolívia em outubro de 2020: Weverton, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro e Douglas Luiz; Everton, Philippe Coutinho, Roberto Firmino e Neymar.

Possível Brasil contra a Bolívia em março de 2022: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Guilherme Arana; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Philippe Coutinho, Richarlison e Antony.

O início das eliminatórias estava previsto para março de 2020, mas por causa da pandemia de coronavírus foi adiado para outubro daquele ano. E o Brasil, que havia vencido com autoridade a Copa América de 2019, não atravessava o melhor dos momentos.

A equipe comandada por Tite chegou a ficar cinco partidas sem vencer no final de 2019, mas fechou aquele ano com triunfo por 3 a 0 sobre a Coreia do Sul. Quando a situação da Covid-19 na América do Sul melhorou, o Brasil bateu a Bolívia por 5 a 0 — gols de Marquinhos, Coutinho, Firmino (duas vezes) e Carrasco (contra).

Dali em diante, a seleção brasileira disputou 22 jogos: 17 vitórias, quatro empates e uma derrota (final da Copa América de 2021). Nas eliminatórias sul-americanas, garantiu vaga na próxima Copa do Mundo com cinco rodadas de antecedência. Está invicta há 10 partidas.

E se vencer a Bolívia na terça-feira, pode estabelecer um novo recorde de melhor campanha da competição no atual formato – 45 pontos. Ou 48, caso também vença o clássico ainda a ser cumprido contra a Argentina.

Se esse jogo na Arena Corinthians não tivesse sido suspenso após a invasão do gramado por agentes da Anvisa, o próximo embate com os bolivianos seria o fechamento do ciclo das eliminatórias para a Copa do de 2022.

Depois desta noite, a Seleção terá cinco amistosos para cumprir, mais o compromisso com a Argentina, antes da estreia no Catar.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Bovespa sobe e fecha em 120 mil pontos pela primeira vez desde agosto
Temporais: ventos podem chegar a 100km/h no Estado a partir da noite desta terça
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde