Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home Porto Alegre Em Porto Alegre, 53% da gurizada a partir dos 5 anos já recebeu a primeira dose contra covid

Compartilhe esta notícia:

Dados divulgados pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Porto Alegre apontam que a cidade avançou na campanha de imunização infantil contra covid, chegando a quase 63 mil crianças de 5 a 11 anos contempladas com a primeira dose. Esse contingente equivalente a 53,3% do público-alvo estimado, que é de 118.158 pequenos cidadãos.

A estatística corresponde a todas as doses aplicadas desde o 19 de janeiro, quando esse segmento da população passou a ser incluído na ofensiva em todo o Brasil – exatamente um ano após o começo da vacinação dos adultos, inicialmente abrangendo idosos e profissionais da saúde.

No balanço divulgado anteriormente pela prefeitura (no dia 14, portanto uma semana atrás), o número de crianças vacinadas era de 47.944, o que representa 40,6% do público-alvo.

A estatística mencionada pela SMS tem por base informações obtidas junto aos postos que prestam o serviço. Já os quantitativos relatados pelo painel “Vacinômetro” (no site prefeitura.poa.br) são menores, já que não era possível registrar as doses no sistema do Ministério da Saúde no início da campanha.

“Dia C”

No sábado passado (19), Porto Alegre se engajou à mobilização geral dos outros 496 municípios do Rio Grande do Sul no âmbito do “Dia C” de vacinação infantil. A iniciativa cumpriu bem o seu objetivo de acelerar a aplicação da primeira dose para a gurizada, resultando na injeção da Pfizer pediátrica em quase 3 mil bracinhos da maior cidade do Estado.

O imunizante foi oferecido, com ampla divulgação, em sete escolas da Capital. “Ficamos muito satisfeitos com o resultado, pois a iniciativa conseguiu mobilizar as famílias para que um número maior de crianças esteja com a proteção da vacina, iniciando o ano escolar com mais segurança”, declarou a diretora de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde, Caroline Schirmer.

Pais ou responsáveis legais devem estar presentes no momento da vacinação e manifestar concordância com a imunização. Em caso de ausência deles, o procedimento deve ser autorizado por meio de uma autorização por escrito. Após a aplicação, a criança deve aguardar 20 minutos na unidade de saúde, para fins de precaução.

Os imunizantes disponíveis na Capital são as vacinas pediátricas da Pfizer para crianças a partir de 5 anos e da Coronavac na idade de 6 a 11 anos (exceto para os guris e gurias com imunodeficiência). Ambos os fármacos têm o seu uso testado e são autorizados no Brasil.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Polícia Rodoviária Federal intercepta cargas de cigarro contrabandeado em três rodovias gaúchas
Em quase dois anos de pandemia, Rio Grande do Sul acumula 37.922 mortes por coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde