Sexta-feira, 01 de Julho de 2022

Home coronavírus Em quase 27 meses de pandemia, coronavírus matou 39.490 gaúchos

Compartilhe esta notícia:

Divulgado neste sábado (28), o mais recente boletim oficial sobre o coronavírus no Rio Grande do Sul registrou 6.013 novos testes positivos e, pelo segundo dia seguido, nenhum óbito (provavelmente por conta da subnotificação estatística). A atualização amplia para quase 2,43 milhões o número de contágios conhecidos no Estado em quase 27 meses e pandemia, com 39.490 desfechos fatais (2%).

É oportuno observar que a lista de casos confirmados inclui indivíduos que se infectaram mais de uma vez, em diferentes momentos da pandemia. Não há, porém, um detalhamento oficial sobre quantas pessoas se enquadram em tal situação.

Somente uma dentre todas as 497 cidades gaúchas ainda não registra qualquer morte por covid. É Novo Tiradentes, localizada na Região Norte do Estado e que desde o início da pandemia (março de 2020) acumula 444 testes positivos, sem novas ocorrências no balanço epidemiológico deste sábado.

Essas e outras informações podem ser conferidas no portal ti.saude.rs.gov.br, bem como em outras plataformas e redes sociais do governo gaúcho. Os dados estão sempre sujeitos a eventual atraso na atualização, mas proporcionam confiabilidade e passam por revisões constantes.

Outros indicadores

Dentre os registros de contágio conhecidos até agora no Rio Grande do Sul, em quase 2,36 milhões (97% do total) o paciente já se recuperou. Outros 32.855 (cerca de 1%) são considerados casos ativos (em andamento).

Esse contingente abrange desde os  indivíduos assintomáticos que permanecem em quarentena domiciliar até pacientes graves internados em unidades de terapia intensiva nos hospitais.

A taxa média de ocupação em tal estrutura por adultos, aliás, estava em 72,5% no início da noite (mesmo índice da véspera), de acordo com o painel de monitoramento covid.saude.rs.gov.br. Esse índice resulta da proporção de 1.810 pacientes para 2.495 leitos da modalidade em todo o Estado.

Já as internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) associada à covid chegam a 123.832 (5% do total de testes positivos). O número diz respeito aos registros desde março de 2020, época das primeiras notificações de casos de coronavírus entre os gaúchos.

Avisos mantidos

Devido à recente piora nos indicadores relativos ao coronavírus, o governo gaúcho deve manter nos próximos dias a emissão de Avisos para todas as 21 regiões do mapa gaúcho no sistema “3As” de monitoramento da pandemia. Caso isso se confirme, será a terceira semana consecutiva em que a medida é adotada, após nove mais de dois meses de “trégua”.

Foram considerados aspectos como o aumento do contingente de internados em leitos clínicos (inclusive de UTI), incluindo pacientes com suspeita ou confirmação de contágio pelo coronavírus.

“O momento é preocupante”, frisou o governador Ranolfo Vieira Júnior. “Esse período de contaminação se assemelha ao que vivemos na época de chegada da variante ômicron, embora ainda não haja impacto de proporção semelhante nas internações.”

Tal cenário ressalta a importância de que a população busque a segunda dose e o reforço da vacina contra covid.  “Precisamos avançar na cobertura vacinal com o objetivo evitar agravos, seja por influenza ou covid”, reitera a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Além da imunização, a máscara como prevenção contra o coronavírus tem a sua relevância defendida por especialistas e autoridades em saúde. Embora não mais obrigatório, seu uso continua recomendado em situações como aglomerações de pessoas e na proximidade de pessoas com a saúde debilitada ou pertencentes a grupos de risco para a covid.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Justiça decreta prisão do ex-goleiro Bruno por não pagamento de pensão
Presidente da Câmara dos Deputados prepara vários projetos para baixar preços de combustíveis e energia
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde