Domingo, 23 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Em visita a Caxias do Sul, o vice-presidente Geraldo Alckmin anuncia medidas de apoio a empresas gaúchas afetadas pelas enchentes

Compartilhe esta notícia:

Durante visita a Caxias do Sul (Serra Gaúcha) nessa segunda-feira (27), o vice-presidente Geraldo Alckmin anunciou medidas de apoio à recuperação econômica de empresas do Rio Grande do Sul afetadas pelas enchentes das últimas semanas. Ele também antecipou que outras iniciativas devem ser detalhadas pelo governo federal nas próximas horas.

Alckmin – que acumula o cargo de titular do do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços – estava acompanhado dos colegas Paulo Pimenta (Secretaria Extraordinária de Reconstrução) Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional) e Márcio França (Empreendedorismo, Microempresa e Empresa de Pequeno Porte). Também participaram o governador Eduardo Leite e o prefeito Adiló Didomenico.

A comitiva desembarcou pela manhã para uma série de contatos com empresários, líderes industriais e parlamentares no Estado. A agenda foi iniciada por uma visita à fábrica de veículos leves sobre trilhos (VLT) da Marcopolo e reunião com o presidente do conselho da empresa, James Bellini.

Em seguida, encontrou-se com a cúpula da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul e com dirigentes de entidades como o Sindicato dos Empregados do Comércio (Sindicomerciários) local e Central Única de Trabalhadores (CUT). O vice-presidente retornou para Brasília por volta das 16h.

Detalhamento

O número-dois do governo Lula ressaltou que o governo federal já liberou crédito com juro real zero para o setor produtivo gaúcho, por meio dos programas de apoio Pronampe (Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), Pronamp (Médio Produtor Rural) e Pronaf (Fortalecimento da Agricultura Familiar).

Com foco em microempresas e empresas de pequeno porte, o governo vai destinar ao Pronampe R$ 1 bilhão para concessão do desconto de juros. O crédito poderá ser financiamento em até 72 meses, com dois anos de carência. De acordo com o ministro, além dos bancos públicos e privados, a próxima Medida Provisória vai incluir a cooperativas de crédito para o atendimento às MPEs, assim como já acontece com o crédito para agricultura.

Já para os produtores rurais, serão colocados R$ 1 bilhão no Pronaf e Pronamp para garantir o desconto de juros ao médio produtor rural e agricultura familiar. O Pronamp vai financiar em até 96 meses e o Pronaf, em 120 meses. O período de carência de ambos é de até 36 meses.

Durante coletiva de imprensa com Alckmin, os ministros Paulo Pimenta e Waldez Góes informaram que o Auxílio-Reconstrução já está disponível a 44 mil famílias gaúchas cujas residências foram afetadas pelas enchentes. O cadastro é feito por meio do site gov.br/reconstrução.

Novo anúncio nesta terça

Ele acrescentou que os detalhes do apoio a médias e grandes empresas estão sendo discutidos em conjunto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e devem ser anunciados nesta terça-feira (28): “Tenho certeza de que as medidas vão nos surpreender positivamente”.

Alckmin anunciou ainda que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai estruturar, em Porto Alegre, uma unidade avançada para atender os setores empresariais. O escritório ficará baseado no prédio do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), no bairro Petrópolis.

“A grande destruição sofrida pelo Rio Grande do Sul não será maior que a sua reconstrução”, frisou. “Esse esforço coletivo dos três níveis de governo, setor produtivo e sociedade organizada fará com a gente recupera o mais rapidamente possível este Estado, símbolo da força do Brasil e que tem uma das agriculturas mais cooperativas, além de um setor de serviços extremamente avançado, bem como comércio, turismo e indústria.”

O ministro garantiu o esforço do governo federal para a construção das estradas gaúchas, em especial a BR-116 e BR-470, a fim de viabilizar a retomada do pleno escoamento da produção do Estado: “O ministro dos Transportes, Renan Filho, está empenhado e não faltarão recursos federais para a malha de logística e transporte”.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Auxílio Reconstrução: famílias do RS já podem confirmar dados para receber benefício; entenda
Equipes do Pará e do Paraná reforçam trabalho de Assistência Social no RS
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde