Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Ex-deputado estadual Caetano Peruchin é homenageado pela Assembleia Legislativa

Compartilhe esta notícia:

Em sessão solene no Plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o ex-parlamentar Caetano Peruchin, 82 anos, o título de “Deputado Emérito” e teve inaugurada o seu retrato na galeria de políticos que já receberam a distinção. O evento contou com a presença de familiares e amigos do homenageado, além de autoridades e atuais membros da Casa.

Nascido em Vacaria (Nordeste do Estado) no dia 15 de abril de 1940 e formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Caetano Borges Peruchin exerceu três mandatos de deputado estadual pelo MDB e PMDB entre 1975 e 1986.

Durante esse período ele atuou em prol de sua região de origem e do Rio Grande do Sul como um todo. Também exerceu funções de destaque, como a presidência da Comissão de Agricultura e Pecuária.

Depois de encerrar a trajetória política, passou a dividir seu tempo entre atividades ligadas ao agronegócio e à saúde pública, inclusive como dentista em atendimento a pacientes em situação de vulnerabilidade econômica.

Discursos

Os discursos na tribuna não pouparam elogios a Caetano Peruchin. Proponente da homenagem, o deputado estadual Doutor Thiago Duarte (União Brasil) destacou o histórico profissional e político do ex-parlamentar, enfatizando o trabalho por ele realizado na Assembleia:

“Em minha trajetória, o senhor foi o grande exemplo, o grande guia, a grande pessoa em quem me espelhei para estar aqui hoje. Seu caráter e conduta foram e são um exemplo às próximas gerações”.

Também se manifestaram Rodrigo Lorenzoni (PL), Adolfo Brito (PP), Airton Lima (Podemos). Peruchin, por sua vez, falou da emoção de ocupar novamente a tribuna de um Plenário onde atuou por longo período:

“Subi pela primeira vez esses sete degraus há 48 anos, com um misto de euforia, indagações e incertezas. “Hoje, ao percorrer esses mesmos degraus, senti uma sensação estranha, uma combinação de cansaço e preocupação porque estaria recebendo tal honraria. “Sou um homem simples, mas a emoção me destruiu lentamente”.

Ele lembrou da dedicação em apoiar a economia primária do Estado. Citou pautas discutidas na época, como o desenvolvimento da fruticultura e da vitivinicultura, as crises no setor pesqueiro e nas lavouras de arrozeiras e feijão. “O tempo que passei nesta Casa não foi em vão”, finalizou.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Governo do Estado realiza Dia D para arrecadação de alimentos no movimento contra a fome
Palácio Piratini passa a constar em catálogo do Google sobre instituições de arte e cultura
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News