Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home Política Ex-juiz e pré-candidato à Presidência Sérgio Moro promete divulgar ganhos com a iniciativa privada

Compartilhe esta notícia:

O ex-juiz e pré-candidato à Presidência Sérgio Moro (Podemos) prometeu divulgar nesta sexta-feira (28), seus rendimentos no período em que atuou na área de compliance da consultoria americana Alvarez & Marsal. A informação foi divulgada em sua rede social. Desde que se lançou na política, Moro tem sido cobrado a dar explicações sobre sua trajetória na iniciativa privada.

O valor é questionado em investigação do TCU (Tribunal de Contas da União) e petistas ensaiaram colher assinaturas para abrir uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre eventual conflito de interesses durante o período em que Moro trabalhou na consultoria americana.

Em dezembro do ano passado, o ministro Bruno Dantas, do TCU, determinou que a consultoria Alvarez & Marsal apresentasse os documentos ligados à saída do ex-juiz da empresa, quando se lançou na política.

Provocada pelo subprocurador Lucas Furtado, a Corte quer saber os termos do contrato e valores previstos no encerramento, incluindo o salário que Moro recebia na empresa, uma vez que a Alvarez & Marsal presta serviços a empresas envolvidas na Lava Jato.

No vídeo, o presidenciável do Podemos diz que a divulgação não é uma forma de ceder aos pedidos do tribunal. “Não estou cedendo ao TCU. O TCU está acabando, mas eu quero ser transparente com você, com a população brasileira, como toda pessoa pública deve ser”, disse. Em entrevista ao Estadão, na segunda, ele negou ter cometido qualquer irregularidade e disse que revelaria os valores apenas à Justiça Eleitoral: “Eu vou revelar meu salário, vou apresentar meu imposto de renda, declarar todos meus ganhos”.

Ainda na segunda, a Alvarez & Marçal divulgou nota afirmando que o contrato assinado pelo presidenciável impedia a prestação de serviços a empresas ligadas à Lava-Jato. O ex-juiz reafirmou o mesmo no vídeo divulgado: “Vou mostrar também que não recebi nada de empresa investigada na Operação Lava-Jato”, disse.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Ministro Luiz Fux cancela retorno presencial no Supremo após alta de casos de coronavírus
Reajuste médio dos salários ficou abaixo do INPC em dezembro
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Bom Dia