Sábado, 15 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Ex-vereador de Rio Grande e assessora são condenados por estelionato

Compartilhe esta notícia:

A pedido do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), um ex-vereador de Rio Grande (Litoral Sul) foi condenado em segunda instância por estelionato. Ele recebeu sentença de um ano e oito meses, convertida para multa e prestação de serviços comunitários. As mesmas medidas alternativas foram determinadas para uma então assessora que recebeu pena de um ano e quatro meses de cadeia.

De acordo com o promotor de Justiça José Alexandre da Silva Zachia Alan, durante a legislatura de 2013–2016, o réu assinou atestados de comparecimento da ré à Câmara de Vereadores. O problema é que ela não cumpria interna ou externamente suas atribuições de gabinete.

A investigação constatou que a “servidora” não prestava quaisquer trabalhos ao Legislativo Municipal. Ela inclusive mantinha um salão de beleza em sua residência, trabalhando diariamente no estabelecimento, em contradição com os registros de frequência na Câmara de Vereadores.

Homicídio

Nesta quarta-feira (6), o ex-prefeito da cidade de Paim Filho (Região Noroeste do Estado), Paulo Henrique Baggio, e seu irmão Somer Luiz Baggio, serão julgados por acusação de homicídio qualificado por motivo fútil. Conforme denúncia do MP-RS, em janeiro de 2013 ambos mataram um homem.

A vítima trabalhava dirigindo um trator, quando foi retirado do veículo pela dupla e atingido por quatro tiros, efetuados por Paulo, sob o incentivo do irmão. Motivado por desentendimento envolvendo divisa de terras, o crime foi testemunhado por uma criança de 10 anos.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Saiba quem são os oligarcas russos mais influentes do governo Putin
Indignação contra Rússia aumenta após massacre e União Europeia pode banir importações de petróleo e carvão
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News