Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024

Home Rio Grande do Sul Exportações da indústria sobem 28,4% no Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

As exportações da indústria de transformação do Rio Grande do Sul totalizaram US$ 1,5 bilhão em setembro, fechando com um crescimento de 28,4% (+US$ 332,2 milhões) na comparação com o mesmo mês de 2021. Trata-se da 21ª alta consecutiva.

Na relação com igual período de 2019, antes da pandemia, representa uma elevação de 35,7%, ou mais US$ 395,8 milhões. Tabaco foi o principal setor exportador, US$ 175,3 milhões em vendas, incremento de 283,6%. No acumulado do ano até setembro, as exportações da indústria gaúcha somaram US$ 12,8 bilhões, um aumento de 27,7% ante os nove primeiros meses de 2021, e de 35%, em relação aos de 2019.

Dos 23 setores que registraram embarques no mês passado, 17 cresceram. Tabaco, o primeiro colocado, elevou suas vendas principalmente para a Bélgica (+US$ 45,7 milhões). Na segunda posição, Alimentos aumentou suas exportações em US$ 117,8 milhões, avanço de 25,1%, especialmente para a França (+US$ 28,8 milhões). As vendas de farelo de soja, óleo de soja e carne de frango in natura foram os destaques positivos.

O setor de Veículos automotores, com mais US$ 41,4 milhões, apresentou crescimento expressivo de 96% no mês, sendo que autopeças, chassis e carrocerias para veículos automóveis estiveram entre os principais responsáveis pelo incremento mensal. Chile e Argentina acabaram como os primeiros destinos do setor, com incrementos de US$ 14,9 milhões e US$ 8,74 milhões, respectivamente.

Os destaques negativos do mês ficaram por conta dos setores de Celulose e Papel (-US$ 30,5 milhões, recuo de 40,2%), Químicos (-US$ 27,8 milhões, ou -20%) e Metal (-US$ 21,5 milhões, -29,1%).

Pelo segundo mês consecutivo, o Irã foi quem mais aumentou as compras do Rio Grande do Sul. As vendas para este país avançaram em setembro, acrescentando mais US$ 113 milhões, de um total de US$ 118,5 milhões importados pelo Irã, à economia gaúcha.

Os principais produtos responsáveis por isso foram soja e farelo de soja. Os embarques para a Bélgica (+US$ 68,9 milhões) e para a França (+US$ 40,7 milhões) também apresentaram bons resultados.

Importações

O Rio Grande do Sul importou US$ 1,4 bilhão em setembro, um aumento de US$119,9 milhões (+9,2%) na comparação com o mesmo período de 2021. Esse resultado foi puxado especialmente por Combustíveis e lubrificantes (+US$ 146,2 milhões ou 85,7%) e Bens de Capital (+US$ 38 milhões ou 21,9%).

Entre janeira e setembro de 2022, o Estado comprou um total de US$ 10,9 bilhões, elevação de 31,3% ante o ano passado. As importações de Bens Intermediários (+US$ 1,73 bilhão ou 32,2%) e Combustíveis e lubrificantes (+US$ 678,5 milhões ou 77,2%) foram as principais responsáveis por esse aumento.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Após oito anos, técnico Marcello Gallardo anuncia sua saída do River Plate
Conselho Administrativo de Defesa Econômica pede investigação contra institutos de pesquisa
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa