Quarta-feira, 29 de Junho de 2022

Home Agro Fenômeno La Niña segue influenciando a safra da uva na Serra Gaúcha

Compartilhe esta notícia:

Mais uma vez, o fenômeno La Niña marca presença na primavera e no verão e segue influenciando a safra da uva na Serra Gaúcha, com chuvas abaixo da média e a ocorrência de altas temperaturas durante o dia, mas com noites amenas.

Em relação à falta de chuvas, os especialistas destacam que, em função da grande diferença entre as propriedades, os tipos de solo e as condições de cada vinhedo, a qualidade enológica da uva nesta safra também poderá ser variada. É o que aponta a edição de janeiro do Boletim Agrometeorológico da Serra Gaúcha , produzido por pesquisadores da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e da Embrapa Uva e Vinho.

Segundo a pesquisadora Amanda Junges, os valores de precipitação pluvial em novembro e dezembro ficaram muito abaixo das médias históricas. “Em novembro, em Veranópolis, choveu 61 milímetros e, em Bento Gonçalves, apenas 38 milímetros, o que correspondeu, respectivamente, a 44% e 27% das médias históricas. Em dezembro, novamente os valores foram baixos, com 56 milímetros em Veranópolis e 31 milímetros em Bento Gonçalves – 41% e 21,5% das médias”, destacou Amanda.

“Cada parreiral é único em função do solo, da profundidade das raízes e das condições da planta. É importante não apenas garantir essa safra, mas a sobrevivência e a sanidade da parreira”, destacou o pesquisador da Embrapa Uva e Vinho Henrique Pessoa dos Santos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Agro

Polícia Rodoviária Federal apreende 30 quilos de maconha em ônibus que viajava de Porto Alegre para Pelotas
Samu de Porto Alegre recebe mais de 224 mil ligações em 2021
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde