Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Feriado de Finados não tem bloqueios em rodovias federais gaúchas

Compartilhe esta notícia:

O feriado de Finados, celebrado nesta quarta-feira (02), amanheceu sem bloqueios nas rodovias federais do Rio Grande do Sul, segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Durante a madrugada, foram registradas interrupções no trânsito na BR-472, em Três de Maio e Santa Rosa, e na BR-101, em Três Cachoeiras. Em outros trechos de estradas federais gaúchas, havia manifestações de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), mas sem obstrução do tráfego de veículos.

“A situação é dinâmica, podendo se alterar a qualquer momento”, alertou a PRF. Na manhã de terça-feira (1º), em cumprimento a uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), a Tropa de Choque da corporação começou a retirar os manifestantes das rodovias federais gaúchas. Foram utilizadas bombas de gás lacrimogêneo e máquinas para limpar a pista.

Nas rodovias estaduais, o Comando Rodoviário da Brigada Militar confirmou, por volta das 7h desta quarta, dois pontos com bloqueios parciais na ERS-135, em Erechim e Getúlio Vargas.

Brasil

A PRF informou, na manhã desta quarta, que ainda há manifestações em rodovias de 17 Estados brasileiros, principalmente em Santa Catarina, com bloqueios totais ou parciais.

As ocupações de rodovias por caminhoneiros contrários à vitória de Lula (PT) na eleição presidencial, iniciadas na noite de domingo (30), diminuíram em todo o País após o pronunciamento de Bolsonaro realizado na tarde de terça-feira.

Sem citar Lula, o presidente reconheceu a derrota no pleito e disse que continuará cumprindo a Constituição. Ele afirmou que “manifestações pacíficas são bem-vindas” e criticou as ocupações de estradas, que impedem a livre circulação das pessoas.

“Quero começar agradecendo aos 58 milhões de brasileiros que votaram em mim no último dia 30 de outubro. Os atuais movimentos populares são fruto de indignação e sentimento de injustiça de como se deu o processo eleitoral. As manifestações pacíficas sempre serão bem-vindas, mas os nossos métodos não podem ser os da esquerda, que sempre prejudicaram a população, como invasão de propriedade, destruição de patrimônio e cerceamento do direito de ir e vir”, declarou o presidente.

Postos de combustíveis

Os bloqueios nas estradas provocaram uma corrida aos postos de combustíveis em todo o País. No Rio Grande do Sul, longas filas se formaram em Porto Alegre e no interior do Estado na terça-feira. Diversos estabelecimentos ficaram sem gasolina. O fornecimento de combustíveis aos postos gaúchos começou a ser normalizado nesta quarta, apesar do feriado.

Em outros Estados, como São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina, as manifestações de caminhoneiros provocaram desabastecimento nos supermercados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Diretor-presidente da Corsan diz que a privatização da companhia poderá reduzir a tarifa de água dos gaúchos
Saiba como funciona a transição de governo
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias