Domingo, 21 de Julho de 2024

Home Rio Grande do Sul Governador gaúcho ressalta a urgência da criação de programa para a manutenção dos empregos no Estado

Compartilhe esta notícia:

O governador Eduardo Leite ressaltou a urgência da criação de um programa para a manutenção dos empregos no Estado em meio à crise social e econômica provocada pelas enchentes que assolam o território gaúcho.

“Com absoluta prioridade e urgência, precisamos da criação de um programa como o Benefício Emergencial para dar as condições de manutenção dos empregos. Também precisamos avançar nas medidas de crédito a empreendedores, com a participação dos bancos públicos e cooperativas de crédito, dando capilaridade a essas iniciativas no nosso território”, afirmou Leite.

Ao lado do vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, o governador participou, na tarde de segunda-feira (27), de um evento na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha.

Na ocasião, ele apresentou as demandas do Estado junto ao governo federal para a reconstrução após as inundações históricas. “Algumas medidas do governo federal já evoluíram, como a suspensão do pagamento da dívida, e é importante que possamos avançar ainda mais”, declarou o chefe do Executivo.

“A suspensão da dívida não terá o efeito desejado para a reconstrução se, de outro lado, tivermos profundo desequilíbrio pela perda de receitas. O Rio Grande do Sul gera arrecadação de impostos federais ao ano bem maior do que recebe de volta. Neste momento de dificuldade, precisamos de mais receita para garantir o equilíbrio, a manutenção dos serviços e promover a recuperação do Estado”, prosseguiu Leite.

“Temos certeza de que, com o devido apoio, com a união de esforços e a capacidade do povo gaúcho, teremos uma reconstrução consistente e mais ágil”, declarou o governador.

Durante o evento, Alckmin anunciou que o governo federal terá linhas de crédito especiais junto aos bancos públicos, com juro real zerado, para apoiar pequenas e médias empresas gaúchas. Em relação às empresas de grande porte, a União deve fazer anúncios nos próximos dias.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Bomba é instalada para drenar a água que inunda o bairro Humaitá, em Porto Alegre
Chefe de gabinete do presidente da Argentina pede demissão
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News