Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Home Expointer Governo do Estado e Cotrijal assinam protocolo de intenções para instalação de indústria de etanol em Não-Me-Toque

Compartilhe esta notícia:

Para agregar valor à produção de seus associados e produtores, a Cotrijal dá seguimento ao projeto de instalação de uma indústria de produção de etanol em Não-Me-Toque. Depois de mais de dois anos de estudos e alinhamentos com o Conselho de Administração, a cooperativa realizou nesta quarta-feira (31) a assinatura de um protocolo de intenções com o governo do Rio Grande do Sul para a instalação da indústria.

O documento estabelece ações articuladas para possibilitar o investimento de cerca de R$ 300 milhões por parte da cooperativa em até quatro semestres. A assinatura ocorreu no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, onde está instalada a sede do governo do Estado durante a 45ª Expointer.

A indústria terá capacidade de produção de 70 milhões de litros por ano e o início das operações está previsto para 2024. O presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, destacou que o projeto tem como foco o aproveitamento das culturas de inverno para a produção do biocombustível, com o envolvimento total dos produtores da região.

“A iniciativa vai estimular o aumento da produção dessas culturas no Rio Grande do Sul para que possamos gerar mais renda para o produtor e retorno em ICMS para o governo, além de aumentar a produção deste insumo tão importante para a nossa economia e para o meio ambiente”, afirmou.

O presidente ainda reforçou a importância do investimento no atendimento de uma necessidade do estado, que produz apenas 2% do etanol consumido. O restante vem de outras regiões do país. O protocolo estabelece ações no âmbito da Secretaria da Fazenda, como o diferimento do pagamento de ICMS devido nas aquisições de máquinas e equipamentos de fornecedores localizados no Rio Grande do Sul, assim como de acessórios, sobressalentes e ferramentas que acompanhem esses bens e que sejam produzidos no estado.

O governo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, assumiu o compromisso de viabilizar a tramitação do projeto da cooperativa no Fundo Operação Empresa do Estado do Rio Grande do Sul (Fundopem/RS) e no Programa de Harmonização do Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Sul (Integrar RS). A cooperativa também assume responsabilidades por meio do protocolo, como a da criação de pelo menos 92 empregos diretos, dando preferência para a contratação de mão de obra local.

O governador do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, que participou do ato de assinatura, disse que a nova unidade industrial vai ajudar na ampliação da cadeia de bioenergia do Rio Grande do Sul. “Esse empreendimento, além de gerar emprego, renda e desenvolvimento na região, também contribui para diminuir a dependência gaúcha da produção de etanol de outros estados”, pontuou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Expointer

Unicred oferece oportunidades de crédito especiais voltadas à sustentabilidade e energias renováveis durante a Expointer
Na feira, Sicoob disponibiliza R$ 600 milhões em crédito para produtores rurais
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias