Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home Rio Grande do Sul Governo do Estado reforça ações em Rio Grande para conter alta na criminalidade

Compartilhe esta notícia:

A partir da verificação pela Gestão de Estatística em Segurança (GESeg), do programa RS Seguro, de uma alta incomum dos homicídios em Rio Grande nesses primeiros dias de 2022, a Secretaria da Segurança Pública preparou uma série de ações extraordinárias para o município do Sul do Estado.

Nesta terça-feira (25) ocorreu, no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Rio Grande, uma reunião com a cúpula da Segurança Pública estadual, com a apresentação de ações extraordinárias para reforço do policiamento na cidade.

Entre as ações, foi anunciado o reforço de 90 policiais militares, entre eles 65 brigadianos do 5° Batalhão de Polícia de Choque (5º BPChq), com sede em Pelotas, deslocados para garantir o reforço do policiamento ostensivo. A Polícia Civil também anunciou o deslocamento de cinco policiais do Departamento Estadual de Homicídio e Proteção à Pessoa, que serão coordenados pelos policiais locais para auxiliar na elucidação dos homicídios que ocorreram em Rio Grande nas últimas semanas. Os reforços permanecerão no município enquanto for necessário.

Durante a reunião, o vice-governador Ranolfo reforçou o compromisso das Forças de Segurança para garantir uma ação imediata e enérgica para a contenção dos crimes. “O ano de 2021 foi de redução nos crimes contra a vida em Rio Grande, e com auxílio do monitoramento diário dos crimes pelo Geseg, estamos executando ações imediatas para conter a criminalidade”, disse Ranolfo.

Na reunião de A3, a cúpula da segurança analisou, junto com as autoridades policiais locais, os crimes de homicídios ocorridos em janeiro. As investigações preliminares apontam que pelo menos seis, dos 11 homicídios ocorridos em Rio Grande, tiveram relação direta com o tráfico de drogas.

Além do reforço de efetivo, segue o planejamento da Segurança Pública para outras ações como a implantação de uma Delegacia especializada na região, estudo da necessidade de remoção de presos para casas prisionais federais, colocação de tornozeleiras eletrônicas em apenados do semiaberto e a SJSPS também estuda a reconstrução do albergue no município.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Banco Central tira do ar sistema que permite consultar valores devidos por bancos
ONG oferece curso gratuito na área de TI com apoio do Google e BID Lab
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa