Sábado, 21 de Maio de 2022

Home Rio Grande do Sul Governo do Rio Grande do Sul anuncia R$ 226,9 milhões em obras e habitação para 2022

Compartilhe esta notícia:

O governador Eduardo Leite anunciou nesta quinta-feira (27) o investimento de R$ 226,9 milhões em obras e habitação no Estado para 2022, o maior dos últimos 20 anos.

Desse valor, R$ 54 milhões são para unidades habitacionais, R$ 19,9 milhões em cooperativas habitacionais, R$ 17 milhões em frota de maquinário, R$ 12 milhões no projeto Nenhuma Casa sem Banheiro, R$ 21 milhões em poços tubulares profundos, R$ 33,2 milhões na barragem Jaguari e Taquarembó, R$ 57,8 milhões e, indenização de famílias da ERS-118, R$ 6 milhões em estradas vicinais e R$ 6 milhões nas Coordenadorias Regionais de Obras Públicas.

O comunicado faz parte do programa Avançar ligado à SOP (Secretaria de Obras e Habitação), que foi apresentado junto ao secretário de Obras e Habitação, José Stédile. Na ocasião, foi detalhado um balanço dos investimentos feitos, além da construção de unidades habitacionais, os recursos também serão destinados para ações como a recuperação de estradas vicinais, a perfuração de poços e a execução do programa Nenhuma Casa Sem Banheiro.

O governador falou sobre a retomada de investimentos em função das reformas estruturais promovidas. “O Estado não tinha nenhuma capacidade de investimentos e, agora que tem, estamos aplicando de forma estratégica naquilo que é mais necessário. Esses investimentos históricos na área da habitação vão melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas, além de impulsionar a construção civil e girar a economia com a contratação de mão de obra e maquinário, fazendo a diferença na vida de muitos gaúchos”, afirmou.

Para enfrentar o déficit habitacional, o governo repassará R$ 54 milhões para a construção de mil unidades habitacionais neste ano, contemplando famílias com renda de até três salários mínimos, beneficiando 4,5 mil pessoas. Em um primeiro momento, haverá um projeto-piloto nos municípios de Canoas e Pelotas, com investimento de R$ 36 milhões para erguer 479 casas.

A conclusão de unidades habitacionais em parceria com a Caixa Econômica Federal e 18 cooperativas habitacionais reforça o empenho do governo em levar dignidade às famílias mais vulneráveis. Serão investidos R$ 19,9 milhões para o término de 3.951 imóveis em todo o Estado, com repasse de R$ 5 mil por unidade habitacional, beneficiando cerca de 4 mil famílias.

Para a realização das obras de duplicação da ERS-118, desde 2012 foram inseridas no programa de Aluguel Social 922 famílias que residiam às margens da rodovia. Um total de 722 aguardam reassentamento ou indenização e, entre elas, 478 recebem o aluguel social atualmente. O valor não é reajustado há mais de dez anos. Com o Avançar, serão indenizadas todas as 722 famílias com parcela única de R$ 80 mil para a compra da casa própria, totalizando aporte de R$ 57.760.000.

Para o programa Nenhuma Casa sem Banheiro, iniciado em dezembro pela SOP, o governo reservou R$ 12 milhões do Fundo de Recursos Hídricos do Estado para a construção de 1,2 mil módulos sanitários até o final do ano, atendendo 5,4 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social em regiões com maior déficit de saneamento.

Inicialmente, 848 banheiros serão construídos em 15 municípios, atendendo mais de 3,8 mil pessoas. Na Região Metropolitana, a iniciativa é desenvolvida em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo, que realiza os projetos de adaptação dos banheiros.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Taxa de positivos para o coronavírus em testes de farmácia salta a 43% no Brasil
Secretários Nacionais de Telecomunicações falam sobre a força do 5G durante o Fórum de Desenvolvimento da Rede Pampa
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News