Domingo, 21 de Abril de 2024

Home Mundo Governo russo afirma que está pronto para defender com armas nucleares os territórios invadidos na Ucrânia

Compartilhe esta notícia:

O ex-presidente russo e atual vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitri Medvedev, afirmou nesta quinta-feira (22) que o país está pronto para defender com “armas nucleares estratégicas” os territórios invadidos e conquistados na Ucrânia.

Com a declaração, Medvedev subiu o tom das ameaças nucleares feitas na quarta-feira (21) pelo presidente Vladimir Putin durante pronunciamento à nação.

“A Rússia anunciou que não só as capacidades de mobilização, mas também qualquer arma russa, incluindo armas nucleares estratégicas e armas baseadas em novos princípios, podem ser usadas para essa proteção [das regiões ocupadas]”, declarou Medvedev, que também foi primeiro-ministro do país.

Ele reafirmou que as regiões separatistas ucranianas de Luhansk, Donetsk, Kherson e Zaporizhzhia, invadidas pela Rússia, realizarão referendos para anexação ao território russo. “O establishment do Ocidente e todos os cidadãos dos países da Otan precisam entender que a Rússia escolheu seu próprio caminho”, declarou.

Na terça-feira (21), Putin anunciou a convocação de cerca de 300 mil reservistas para a guerra na Ucrânia. O conflito começou em 24 de fevereiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Voos da Rússia para países onde visto não é exigido se esgotam após convocação de reservistas por Vladimir Putin
Quase 20 pessoas já morreram no Irã em protestos contra morte de jovem presa por usar véu de forma inadequada
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias