Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024

Home em foco Grêmio é derrotado pelo CRB por 2 a 0 e perde invencibilidade na série B

Compartilhe esta notícia:

Atuando no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), na noite deste sábado (13), o Grêmio foi derrotado pelo CRB por 2 a 0, com dois gols de pênalti, e acabou perdendo uma invencibilidade de 17 jogos na série B do Campeonato Brasileiro. O resultado mantém o Tricolor na 3ª colocação, com 43 pontos. O próximo desafio gremista será contra o Cruzeiro, líder da competição, no dia 21, na Arena.

Os gols da partida foram marcados pelo goleiro Diogo Silva, de pênalti, ainda no primeiro tempo. Para o confronto do próximo fim de semana, o técnico Roger Machado não poderá contar com o zagueiro Pedro Geromel, suspenso após levar o segundo cartão amarelo.

Jogo

A partida iniciou movimentada e melhor para os donos da casa, que ameaçaram por vezes o Tricolor. Com 6 minutos de bola rolando, o CRB teve um pênalti a seu favor, após falta cometida por Biel na área. O goleiro Diogo Silva cobrou e converteu, abrindo o marcador.

Os gremistas tentaram responder com um lançamento buscando Campaz, na meia-esquerda – a arbitragem flagrou impedimento e anulou o lance.

Já próximo dos 20 minutos, o time alagoano chegou novamente com uma bola parada colocada na área – Gum desviou a gol e Brenno fez a defesa. Não demorou para o Grêmio atacar e chegar com perigo em um cruzamento de Biel, mas o goleiro conseguiu segurar.

Um minuto depois, Guilherme Romão cometeu uma falta forte sobre Rodrigo Ferreira e acabou expulso da partida no momento em que o CRB dominava a maior parte das ações do jogo.

Aos 35’, o CRB teve mais um pênalti a seu favor, depois da bola bater na mão de Geromel, na área. Diogo novamente cobrou e assinalou o segundo gol na partida.

Com o resultado, o técnico Roger Machado providenciou mudanças na equipe ainda no primeiro tempo, colocando Elkeson no lugar de Lucas Leiva, passados 38’. O Tricolor seguiu buscando descontar e quase conseguiu com Biel, que recebeu e finalizou, mas mandou para fora.

Na reta final, Bruno Alves colocou na área, Rodrigo ajeitou para Elkeson subir e tentar desviar, mas a bola passou e caiu na esquerda, com Guilherme – a arbitragem anulou o lance por impedimento. Nos acréscimos, o Grêmio ainda teve chance de descontar com Biel, que pegou o rebote e chutou – por detalhe não marcou.

No intervalo, Roger Machado mudou mais uma vez, colocando Bitello no lugar de Geromel.

Logo no primeiro minuto da etapa complementar, o Grêmio chegou com um cruzamento buscando Biel, na pequena área – a bola raspou no atacante e saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, o CRB chegou novamente com Paulinho, mas Brenno levou a melhor e salvou.

Trocando passes, o Tricolor seguiu tentando criar, mas os donos da casa fecharam bem os espaços, impedindo lances de ataque. Outras duas mudanças foram feitas aos 17’, com Gabriel Silva e Janderson nos lugares de Campaz e Guilherme.

A última troca foi feita passados 25’, com Thaciano no lugar de Biel.

Aos 28’, o Grêmio teve uma boa chance, com uma finalização fora da área, mas Diogo defendeu com tranquilidade. Dez minutos depois, Elkeson recebeu na área, deslocou a marcação e chutou, mandando por sobre a meta.

Mesmo mantendo maior posse de bola em praticamente toda a partida, o Grêmio não conseguiu ser efetivo.

Ficha técnica

CRB: Diogo Silva,Raul Prata, Gum, Diego Ivo, Guilherme Romão, Jalysson, Claudinei (Uilliam Correia), Rafael Longuine (Bruninho), Paulinho Moccelin (Richard), Fabinho (Guilherme Lopes) e Gabriel Conceição (Reginaldo). Técnico:

Grêmio: Brenno, Rodrigo, Geromel (Bitello), Bruno Alves, Diogo Barbosa, Villasanti, Lucas Leiva (Elkeson), Campaz (Gabriel Silva), Biel (Thaciano), Guilherme (Janderson) e Diego Souza. Técnico: Roger Machado.

Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP), auxiliado por Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP) e Leandro Matos Feitosa (SP). VAR (árbitro de vídeo): Adriano de Assis Miranda (SP).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Deputados e senadores pressionam os presidentes da Câmara e do Senado por reajuste de seus vencimentos
Presa por golpe milionário contra a própria mãe, Sabine Boghici ainda foi quatro vezes à Justiça pedindo partilha de bens
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde