Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2022

Home Cláudio Humberto Inédito: Bolsonaro tem mais votos na espontânea

Compartilhe esta notícia:

Pesquisa divulgada nesta sexta (14) pelo Ipespe contém números que arrancaram expressões de incredulidade de analistas experientes nesse tipo de levantamento. O presidente Jair Bolsonaro aparece com maior intenção de votos na pesquisa espontânea (25%) do que na estimulada (24%). Isso causou estranheza porque, na espontânea, os percentuais são até cinco vezes menores que os números da estimulada, quando o eleitor é confrontado com a lista de candidatos.

Eleitores consolidados
Para Antonio Lavareda, dono do Ipespe, isso apenas mostra o quanto é consolidada a preferência de um quarto do eleitorado por Bolsonaro.

Votos já definidos?
Outro dado intrigante, no Ipespe, é quanto ao percentual de indecisos a 9 meses da eleição: somente 5% a 7%, a depender do cenário.

Olho na espontânea
Lavareda destaca que a pesquisa espontânea é a mais próxima da realidade. Ali, Lula tem 35%, Bolsonaro 25% e são 25% os indecisos.

Pesquisa por telefone
O Ipespe entrevistou mil pessoas por telefone entre 10 e 12 deste mês. A pesquisa foi registrada no TSE sob o protocolo BR-09080/2022.

Energia: distribuidora alega ‘prejuízo’ e povo paga
As distribuidoras de energia criaram o primeiro negócio do mundo de risco zero, em que supostos prejuízos são pagos pelos clientes. Foi o que demonstrou, nesta sexta (14), o decreto em que o presidente Jair Bolsonaro regulamenta sua medida provisória 1078, de dezembro, condenando consumidores, residenciais e comerciais, a pagar empréstimos de R$ 15 bilhões a serem contraídos pelas espertas distribuidoras, à custa de reajustes obscenos na conta de luz, em 2022.

Assalto ao cidadão
O governo autorizou as distribuidoras a transferir para a conta de luz os supostos “prejuízos”, apesar da bandeira vermelha P2 que pagamos.

Extorsão insuficiente
As empresas alegam que a bandeira vermelha P2, a mais escorchante da História, “não foi suficiente” para pagar os custos da atividade.

Escassez da verdade
E mentem, atribuindo o problema à “escassez hídrica”. A conta é cara porque o consumidor ainda paga os empréstimos malandros de 2020.

Mão dupla
A nova concessão da via Dutra, uma das mais importantes do País, terá investimento de R$ 14,8 bilhões e criará 220 mil empregos, além da de uma redução de 35% na tarifa. “É por isso que quebramos martelo por aí”, disse o ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura).

Corporativismo baixo
O corporativismo está entre as desgraças do Pais. Dirigentes de uma associação de medicina diagnóstica criticam o “autoteste” de covid. É que a prioridade não é testar e sim preservar a reserva de mercado.

Sem chamar atenção
Ex-governador, ex-senador e ex-presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho não parece estar mais em busca de holofotes e segue em sua “campanha” para vaga de deputado federal pelo Rio Grande do Norte.

Isenção na vitrine
Uma livraria Leitura, em Maceió (AL), tem funcionários isentões e bem-humorados: a biografia do ex-presidiário Lula está na porta de entrada, bem ao lado do livro de Sergio Moro, contra a corrupção petista.

Bom sinal
A venda de cimento no Brasil subiu 6,6% no ano passado, atingindo 64,7 milhões de toneladas. A alta é bom sinal e indica demanda em alta na construção civil, um dos grandes motores da economia brasileira.

Energia moderna
Parceria entre a Marinha e a Indústrias Nucleares Brasil produziu pastilhas de combustível nuclear que produzem energia equivalente a três barris de petróleo. Vão abastecer Angra e outros projetos.

Covid assusta menos
Pesquisa Hibou sobre as expectativas dos brasileiros para o Carnaval 2022 revelou que, apesar dos indicativos de que a maioria dos eventos deve ser cancelada, apenas 45% pretendem passar o feriado em casa.

Cibersegurança
Depois dos inúmeros ataques hackers que atingiram sistemas públicos e empresas listadas na bolsa como JBS, Renner, CVC etc 89% delas confirmaram investimentos em cibersegurança, diz pesquisa Delloite.

Pergunta no debate
Quando Bolsonaro chama Lula de ladrão e o petista chama o presidente de psicopata, quem tem provas do que afirma?

PODER SEM PUDOR

Bolas dentro
Jânio Quadros certa vez visitava Athiê Jorge Couri, seu companheiro de partido em Santos (SP), e ficou encantado com a casa e a coleção de obras de arte do anfitrião. Não perderia a chance de ironizar, entre gargalhadas: – Athiê, você jogou pelo Santos, não é mesmo? – Sim, presidente. – Diga-me, caro amigo: conseguiu esta casa com as bolas que defendeu ou com as que deixou de chutar?

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cláudio Humberto

Viagen$
Jair Bolsonaro acredita que em 2018 poderia ter vencido no primeiro turno
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde