Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

Home em foco Inglaterra vai oferecer 4ª dose de vacina contra covid a idosos e imunossuprimidos

Compartilhe esta notícia:

A Inglaterra vai oferecer, a partir desta segunda-feira (21), uma quarta dose de vacina contra a covid para pessoas com 75 anos ou mais e imunossuprimidos acima dos 12 anos, informou o serviço público de saúde do país (NHS) no fim de semana.

No total, cerca de cinco milhões de pessoas poderão receber a vacina e 600 mil serão incentivadas a agendar sua vacinação esta semana, segundo o NHS.

Os adultos elegíveis à quarta dose receberão o imunizante da Pfizer ou da Moderna. Os adolescentes de 12 a 18 anos receberão apenas o da Pfizer.

Há cerca de um mês, o Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização (JCVI, na sigla em inglês) do Reino Unido havia recomendado a quarta dose da vacina justamente para essas populações, e, ainda, para moradores de casas de repouso para idosos.

“Após o enorme sucesso da implementação (da vacinação) até agora, nesta primavera estamos oferecendo aos maiores de 75 anos e aos mais vulneráveis uma dose de reforço para completar sua proteção contra esse vírus”, disse o ministro da Saúde, Sajid Javid, em um comunicado.

No Reino Unido, cada uma das suas quatro nações (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) decide sua política de saúde.

O governo está se preparando “para a quarta dose porque precisaremos dela”, afirmou o primeiro-ministro britânico Boris Johnson durante o congresso do Partido Conservador em Blackpool, no norte da Inglaterra, neste sábado.

Surto

O Reino Unido tem o sétimo maior número de mortes pela covid no mundo, com mais de 163 mil óbitos registrados.

Recentemente, o número de pessoas infectadas teve um pico – a Escócia atingiu níveis recordes de contaminação, com 1 a cada 14 pessoas infectadas na semana passada, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (ONS, na sigla em inglês). Uma proporção semelhante foi vista na Irlanda do Norte.

Na Inglaterra, essa proporção foi de 1 a cada 20 pessoas, e, no País de Gales, de 1 a cada 25.

Áustria

A Áustria decidiu voltar a tornar obrigatório o uso de máscaras em locais fechados. A decisão é válida a partir desta quarta-feira (23), e o item de proteção deve ser necessariamente do tipo PFF2. Não ficou claro se a obrigação vale para as escolas e universidades. O tema ainda será conversado com o Ministério da Educação do país.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Ministro das Relações Exteriores da Rússia afirma que os laços com a China vão se fortalecer
O que move Putin? Agentes estrangeiros tentam entender mente do líder russo
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News