Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Home Mundo Juiz ameaça Donald Trump de prisão se ele desobedecer ordens

Compartilhe esta notícia:

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi novamente multado nesta segunda-feira (6) no valor de US$ 1 mil (cerca de R$ 5 mil), por violar mais uma vez a ordem que o proíbe de insultar testemunhas, o júri e funcionários do tribunal, em meio ao julgamento em que ele é acusado de comprar o silêncio da atriz pornô Stormy Daniels. A multa foi aplicada pelo juiz Juan Merchan, que está à frente do caso. Ele também ameaçou prender o ex-presidente caso as violações continuem.

O juiz Merchan já havia aplicado uma multa de US$ 9 mil (R$ 45,6 mil) no último dia 30 de abril, por nove violações da ordem judicial que proíbe Trump de fazer referência a qualquer coisa relacionada com o julgamento nas suas redes sociais.

Na decisão desta segunda-feira, o juiz advertiu que, por ser a décima vez que o tribunal considera Trump culpado de desobedecer às suas ordens, “parece claro que as multas não serão suficientes para dissuadir o acusado de violar as ordens legais”. “Por mais que eu não queira impor uma pena de prisão, quero que compreenda que farei isso”, disse o juiz Merchan ao primeiro ex-presidente na história dos EUA a sentar no banco dos réus.

Desta vez, Trump foi multado por ter criticado em uma entrevista a velocidade (uma semana) com a qual se escolheu o júri e sua suposta composição em uma cidade majoritariamente democrata.

“No fim do dia, tenho um trabalho a fazer e parte desse trabalho é manter a dignidade do sistema de justiça”, disse o magistrado, qualificando as críticas de Trump como um “ataque direto ao Estado de direito.”

O juiz reconheceu que prender Trump por desacato seria uma decisão importante e um desafio logístico. Como ex-presidente, Trump recebe proteção do Serviço Secreto dos Estados Unidos 24 horas por dia.

“A última coisa que quero é te prender”, disse Merchan, que também mostrou preocupação em relação às pessoas que teriam que executar uma possível ordem de prisão contra Trump.

Trump, republicano de 77 anos, é acusado de 34 falsificações de documentos comerciais para reembolsar o seu então advogado pessoal Michael Cohen com o pagamento de US$ 130 mil (R$ 659,7 mil) para comprar o silêncio da ex-atriz pornô Stormy Daniels poucos dias antes das eleições de 2016, vencidas por ele contra a democrata Hillary Clinton.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Governo do Estado disponibiliza mapa interativo que mostra bloqueios em rodovias do Rio Grande do Sul em tempo real
Hamas diz que liberaria cadáveres e reféns vivos durante trégua
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News