Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Variedades Kate Winslet relembra críticas ao seu corpo na época de Titanic: “Gorda demais”

Compartilhe esta notícia:

A ganhadora do Oscar Kate Winslet, de 47 anos, relatou ter sofrido “body shaming” por parte da mídia na época do filme “Titanic”, em 1997, no início de sua carreira. A conversa foi no podcast “Happy Sad Confused”, apresentado por Josh Horowitz, na última sexta (16).

Ao falar sobre os “argumentos” mais ofensivos que usavam para tentar justificar o fato do personagem Jack, interpretado por Leonardo DiCaprio, não ter ficado com ela em cima daquela porta, depois do acidente do Titanic, Kate disse:

“Aparentemente, eu era muito gorda. Não é horrível? Por que eles foram tão maus comigo? Eles foram tão maus. Eu nem era gorda. Se eu pudesse voltar no tempo, teria usado minha voz de uma maneira completamente diferente. Eu teria dito aos jornalistas: ‘Não se atreva a me tratar assim. Sou uma mulher jovem, meu corpo está mudando, estou descobrindo, estou profundamente insegura, estou apavorada, não torne isso mais difícil do que já é.’ Isso é bullying, você sabe, e na verdade quase abusivo, eu diria”, desabafou a atriz.

Em fevereiro, Kate já havia tornado pública essa questão em torno do tratamento “cruel” que recebeu dos tabloides no início de sua carreira. “Eles comentavam sobre o meu tamanho, estimavam o meu peso, publicavam a suposta dieta em que eu estava. Foi crítico e horrível e tão perturbador de ler”, disse, ao jornal britânico The Guardian.

Ainda no podcast, a atriz deu sua opinião sobre a maior dúvida dos fãs de Titanic, que até hoje provoca teorias. Afinal, Jack caberia em cima da porta com Rose para se salvar do mar congelante?

“Eu não sei. A resposta é: eu não sei”, disse ela, antes de finalmente dar seu veredito final sobre o assunto.

“Tenho que ser honesta, na verdade não acredito que teríamos sobrevivido se tivéssemos entrado naquela porta. Acho que ele poderia caber, mas teria tombado. E não teria sido uma ideia ‘sustentável’. Então, você ouviu aqui pela primeira vez. Sim, ele poderia caber naquela porta, mas não teria ficado flutuando. Simplesmente não teria”, concluiu a atriz.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

“Mamma Mia!”: diretor dá pistas sobre possível terceiro filme da franquia
“Shakiramania”: da Maré a Copa, colombiana coloca o mundo para dançar há duas décadas
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias