Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

Home em foco Lula diz que mansão do coronel Mauro Cid nos Estados Unidos é de Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

Durante o evento de assinatura da Lei Paulo Gustavo, na última quinta-feira (11), em Salvador (BA), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que a mansão da família do ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, o tenente-coronel Mauro Cid, nos Estados Unidos, seria do próprio ex-presidente.

A família do militar mantém um “Trust” (Cid Family Trust), que é dona de um imóvel avaliado em U$ 8,5 milhões na Califórnia. O mecanismo permite que proprietários deixem o imóvel sob a tutela de pessoas de confiança. Atualmente, o irmão de Mauro Cid mora no imóvel que fica a 130 quilômetros de Los Angeles.

“Agora mesmo acabaram de descobrir uma casa de US$ 8 milhões do ajudante de ordem do Bolsonaro. Certamente uma casa de US$ 8 milhões não é para o ajudante de ordem, certamente é para o paladino da discórdia, da ignorância, do negacionismo”, disse Lula.

Segundo o portal Último Segundo, Cid tem outras casas nos Estados Unidos, sendo pelo menos mais uma na Califórnia, avaliada em R$ 2,2 milhões. Já em Miami, na Flórida, o militar possui outro imóvel, avaliado em R$ 2 milhões, em um condomínio luxuoso.

Família Bolsonaro

Apesar da suspeita do elo entre o ex-presidente e o imóvel milionário, um advogado ligado à família Bolsonaro deixou a defesa de Mauro Cid, alegando “razões de foro profissional” e “impedimentos familiares” da parte dele. A informação foi adiantada pela GloboNews.

O tenente-coronel está preso há uma semana, após ser alvo da Operação Venire, da Polícia Federal, que investiga um esquema de inserção de dados falsos da vacina da covid no sistema do Ministério da Saúde.

Segundo a corporação, teriam sido falsificados os certificados de imunização do novo coronavírus de Bolsonaro e de sua filha caçula, hoje com 12 anos. O ex-ajudante de ordens também teria obtido o documento irregular para si, sua mulher e suas filhas.

Processo

De volta às redes sociais após um hiato de quase um mês, o ex-presidente Jair Bolsonaro publicou nessa sexta (12) um vídeo em seu Twitter no qual anuncia que vai entrar com dois processos contra o presidente Lula. Em um deles, Bolsonaro reclama de ter sido responsabilizado por mortes na pandemia de coronavírus. Em outro, o ex-presidente se queixa de que Lula afirmou que ele teria uma mansão nos Estados Unidos.

“Na próxima semana entrarei com duas ações contra Luiz Inácio Lula da Silva. Uma criminal e uma cível. A primeira diz que das 700 milhões de mortes do Brasil, 300 milhões a responsabilidade é minha. São números absurdos, mas atingem minha honra”, disse o ex-presidente, citando declaração do petista.

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do ex-presidente, havia barrado o acesso do pai às próprias contas nas redes sociais desde que anunciou, no dia 16 de abril, que deixaria de administrar os perfis.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Peritos da Polícia Federal viajam à Suíça e visitam sede da Chopard para definir valor das joias de Bolsonaro e Michelle
Lula diz que sua base no Congresso é de 513 deputados e 81 senadores
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde