Domingo, 16 de Janeiro de 2022

Home coronavírus Ministério da Saúde recomenda dose de reforço da vacina da Janssen contra o coronavírus

Compartilhe esta notícia:

O Ministério da Saúde divulgou uma nota técnica, na noite de quinta-feira (25), orientando que os 4 milhões de brasileiros que se vacinaram com o imunizante da Janssen tomem uma dose de reforço entre dois e seis meses após a primeira aplicação. A recomendação da pasta é de que seja utilizado a vacina do mesmo fabricante.

Segundo a nota, a orientação é baseada em estudos científicos que mostram aumento significativo na imunidade após a aplicação de mais uma dose da vacina, principalmente com intervalo mais longo, de seis meses.

Se a dose de reforço, conforme os estudos, for aplicada com um intervalo de seis meses, os níveis de anticorpos aumentam nove vezes após uma semana com a imunização da Janssen. Esse índice segue aumentando em até 12 vezes quatro semanas após a aplicação do reforço.

A nota técnica citou uma pesquisa norte-americana que demonstrou que a dose de reforço, quando aplicada com um intervalo mínimo de dois meses, fornece até 94% de proteção contra a Covid-19. Com dose única do imunizante, o índice é de 75%. O estudo também revelou que os níveis de anticorpos aumentaram de quatro a seis vezes com a dose de reforço. Os resultados embasaram o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA a também recomendar a dose de reforço da Janssen.

No caso de mulheres que se vacinaram com a Janssen e que estejam grávidas, a recomendação é de que a dose de reforço seja feita com a vacina da Pfizer.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Polícia Federal reabre inquérito sobre facada em Bolsonaro e vai analisar o celular do advogado de Adélio Bispo
Inflação para o consumidor registra queda em Porto Alegre na terceira semana deste mês
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa