Domingo, 23 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Ministério Público gaúcho arrecada material escolar para alunos de escolas atingidas por enchentes

Compartilhe esta notícia:

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) lançou uma campanha de arrecadação de material escolar para alunos de escolas públicas atingidos pelas enchentes deste mês nos Vales do Taquari e Rio Pardo, bem como na Serra Gaúcha e Centro do Estado. A iniciativa conta com a parceria de universidades e outras instituição de ensino dessas regiões;

No foco estão diversos itens, com destaque para canetas, cadernos, lápis, mochilas e estojos, dentre outros, para a montagem de kits escolares.

De acordo com a promotora de Justiça Regional de Educação de Santa Cruz do Sul, Vanessa Saldanha de Vargas, trata-se de uma demanda urgente, inclusive para no processo de retomada à normalidade: “Em um levantamento prévio, são mais de 9 mil estudantes com este tipo de necessidade no momento, principalmente no Vale do Taquari”.

O MP-RS será responsável pela distribuição dos itens arrecadados. Na lista de colaboradores estão a Universidade do Vale do Taquari (Univates), Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e Centro de Educação Básica Gustavo Adolfo.

– Santa Cruz do Sul: as doações podem ser entregues na Promotoria (rua Venâncio Aires nº 959, do meio-dia às 17h) e na Unisc (avenida Independência nº 2.293, bloco 35, das 8h às 17h30min).

– Lajeado: há pontos de coleta na Promotoria (rua Paulo Frederico Schumacher nº 99, do meio-dia às 17h) e na Univates (avenida Avelino Talini nº 171, prédio 1 (7h30min às 22h) ou 9 (7h30min às 17h30min).

Porto Alegre

Nessa segunda-feira (27), em Porto Alegre, o MP-RS voltou a realizada atividades em sua sede institucional, na avenida Aureliano de Figueiredo Pinto nº 80 (bairro Praia de Belas). As instalações estavam inundadas pela enchente do Guaíba desde o início do mês, o que exigiu a transferência provisória para uma unidade no bairro Santana.

“Mesmo com os transtornos causados pelos alagamentos, continuamos trabalhando incessantemente no enfrentamento das consequências da catástrofe”, ressaltou o procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Alexandre Saltz.

A inundação provocou também a inoperância temporária dos sistemas, com a necessidade de desligamento do datacenter. De acordo com o órgão, a situação já está solucionada, inclusive com o retorno do site mprs.mp.rs à normalidade.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Todas as estradas estarão liberadas em 20 dias no Rio Grande do Sul, diz ministro dos Transportes
Travessia entre Rio Grande e São José do Norte será retomada nesta quarta
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde