Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Geral Ministro da Justiça assina a demissão de três policiais rodoviários federais envolvidos na morte de Genivaldo Santos

Compartilhe esta notícia:

O ministro da Justiça, Flávio Dino, assinou na tarde desta segunda-feira (14) a demissão de três policiais rodoviários federais envolvidos na morte de Genivaldo Santos. O caso ocorreu em Sergipe no ano passado.

“Estou assinando a demissão de 3 policiais rodoviários federais que, em 2022, causaram ilegalmente a morte do Sr. Genivaldo, em Sergipe, quando da execução de fiscalização de trânsito”, escreveu Dino no X, antigo Twitter.

Os três policiais são William Noia, Kleber Freitas e Paulo Rodolpho. Eles foram presos em outubro do ano passado e devem ir a júri popular.

“Estamos trabalhando com Estados, a sociedade civil e as corporações para apoiar os bons procedimentos e afastar aqueles que não cumprem a Lei, melhorando a Segurança de todos. Determinei a revisão da doutrina e dos manuais de procedimentos da Polícia Rodoviária Federal, para aprimorar tais instrumentos, eliminando eventuais falhas e lacunas”, continuou o ministro.

O caso aconteceu em maio de 2022. De acordo com a denúncia do Ministério Público, Genivaldo morreu aos 38 anos asfixiado após ser colocado no compartimento de presos da viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), onde os agentes lançaram spray de pimenta e gás lacrimogêneo.

A vítima foi abordada por trafegar de moto sem capacete na BR-101, na cidade de Umbaúba.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Nome de advogado de Bolsonaro está no recibo de recompra do Rolex
Preservação da Amazônia: Lula volta a cobrar países ricos e fala em “pagamento de dívida com o planeta”
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias