Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2022

Home coronavírus Ministro da Saúde anuncia distribuição de 28,2 milhões de testes rápidos para o coronavírus em janeiro

Compartilhe esta notícia:

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou em suas redes sociais neste sábado (08) que a pasta vai distribuir mais de 28,2 milhões de testes rápidos de antígeno para detecção da Covid-19 em janeiro.

O Brasil vive uma uma nova onda de infecções da doença. Nesta sexta-feira (7), o país registrou 53.419 novos diagnósticos da Covid-19 e 148 mortes. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 23.338 — a maior registrada desde 24 de setembro do ano passado (quando estava em 32.038).

Apesar do aumento, o país ainda enfrenta dificuldades de traçar um quadro exato da situação da pandemia no país devido à escassez de testes e ao recente apagão de dados oficiais.

“O Ministério da Saúde vai distribuir mais 28,2 mi de testes rápidos de antígeno para detecção da Covid-19 ainda em janeiro. Nas próximas duas semanas serão 13 milhões. Desde setembro, distribuímos 31,6 milhões de testes rápidos para os Estados e municípios. Todos os pedidos estão atendidos”, diz a publicação.

O teste de antígeno tem um resultado rápido, cerca de 15 minutos. No entanto, especialistas alertam que um resultado negativo nesse tipo de exame não significa que a pessoa não está com a Covid-19, principalmente, se ela apresentar sintomas gripais.

De acordo com o infectologista da rede de saúde integrada Dasa e vice-presidente da SBI )Sociedade Brasileira de Infectologia), Alberto Chebabo, se a pessoa apresentar sintomas e receber um teste negativo, o ideal é confirmar o resultado com um teste PCR ou repetir o teste de antígeno em 1 ou 2 dias.

“Um teste de antígeno negativo numa pessoa sintomática não afasta o diagnóstico. É melhor a pessoa repetir ou um PCR, para ter mais certeza, ou um teste de antígeno 24 horas depois”, disse Chebabo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Buscas por desaparecidos após deslizamento no Lago de Furnas, em Minas Gerais, são retomadas neste domingo
Diretor da Anvisa rebate falas de Bolsonaro sobre vacinação
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada