Quarta-feira, 29 de Maio de 2024

Home Sem categoria Museu de Arte do Rio Grande do Sul realiza programação especial para os sábados do mês de maio

Compartilhe esta notícia:

Atividades são destinadas aos mais diversos públicos

Publicação: 06/05/2023 às 08h00min

Imagem da exposição Pulse Rogério Nazari e Telmo Lanes Trajetórias 1976 2022
Imagem da exposição Pulse: Rogério Nazari e Telmo Lanes – Trajetórias – 1976-2022 – Foto: Anderson Astor
O Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs), instituição da Secretaria da Cultura (Sedac), anuncia uma programação especial para os sábados do mês de maio. Criadas pelo Núcleo Educativo e de Programa Público do Museu, as ações educativas foram elaboradas para diversos públicos. Algumas delas são direcionadas a grupos específicos, como crianças e professores.

As atividades estão relacionadas aos programas públicos de duas exposições que já estão em exibição no Museu, Pulse: Rogério Nazari e Telmo Lanes – Trajetórias 1976-2022 e Acervo em Movimento – Aquisições 2019-2022. Além dessas, há uma ação que também está em andamento, o programa público Mediação Crítica. O Margs tem ainda parcerias com outras instituições da Sedac, como o Instituto Estadual de Artes Visuais (Ieavi) e a Secretaria da Educação (Seduc).

Programação detalhada

Atividade: palestra “Temáticas Indígenas na Arte Educação”, por Raquel Kubeo
Quando: 13/5, às 10h
Onde: Auditório do Margs
Programas públicos e parcerias: Parceria Ieavi e Margs, dentro da programação Repensando 19 de Abril, promovida pela Sedac
Público: voltada a professores
Inscrições: sem necessidade de inscrição prévia

Atividade: Mediação Crítica a partir da obra O desenhista atrapalhado, do artista Estêvão da Fontoura, por Tatiana Funghetti e Eslly Ramão
Quando: 13/5, às 14h
Onde: 1º andar expositivo do Margs
Programas públicos e parcerias: Programas públicos – Mediação Crítica e da exposição Acervo em movimento — Aquisições 2019-2022
Indicação etária: crianças até 12 anos, acompanhadas de seus responsáveis
Inscrições: inscrição prévia pelo formulário

Atividade: Palestra “O museu público e o público do museu: a estratégia extramuros do Margs na década de 1970 e diálogos museológicos possíveis”, por Aline Vargas
Quando: 20/5, às 17h30
Onde: Auditório do Margs
Programas públicos e parcerias: programação do Margs durante a 21ª Semana Nacional de Museus, promoção do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram)
Indicação etária: todos os públicos
Inscrições: sem necessidade de inscrição prévia

Atividade: jogo de tabuleiro Margs Portátil, por Gabriella Mattia
Quando: 27/5, às 15h
Onde: 1º andar expositivo do Margs
Programas públicos e parcerias: parceria Sedac/Seduc e programa público da exposição Acervo em movimento — Aquisições 2019–2022
Indicação etária: a partir de 8 anos
Inscrições: sem necessidade de inscrição prévia

Imagem da exposição “Entre Rios Sul Terra Indígena” (IEAViMACRS
Imagem da exposição Entre Rios: Sul Terra Indígena (Ieavi/MACRS) – Foto: Aline Costa/MACRS
Temáticas Indígenas na Arte Educação

No sábado (13/5), às 10h, no Auditório do Margs, Raquel Kubeo fará a palestra “Temáticas Indígenas na Arte Educação”. A atividade é uma parceria entre o Instituto Estadual de Artes Visuais (Ieavi) e o Margs.

A palestra é destinada especialmente a educadores e apresentará abordagens das temáticas indígenas nas escolas. Após a formação, haverá uma visita à exposição Entre Rios: Sul Terra Indígena, com curadoria de Oendu Kerexu Reté, que estará em exibição no Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MACRS), na Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ).

A atividade faz parte das ações educativas da exposição e também é parte da programação Repensando 19 de abril. A ação é uma iniciativa da Sedac para que as suas instituições reflitam sobre as contradições dessa data, a situação atual dos povos originários, a resistência desses povos e sua contribuição para a história do país e para a preservação do meio ambiente.

O evento é gratuito, sem a necessidade de inscrição prévia (vagas limitadas a 60 lugares, por ordem de chegada).

Raquel Kubeo é originária do povo Kubeo, no Amazonas. É doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), consultora, roteirista e artista. Na sua dissertação de mestrado, trabalhou na criação da obra Kubai o encantado: literatura infantil indígena em foco (2021).

Mediação Crítica a partir da obra O desenhista atrapalhado

No sábado (13/5), às 14h, o programa público Mediação Crítica abordará o trabalho O desenhista atrapalhado (2021), do artista Estêvão da Fontoura. O objetivo é propor exercícios de análise e prática, baseados em questionamentos sobre o desenho e o desenhar.

O trabalho de Estevão está disponível no Acervo Artístico do Margs e está sendo apresentado na exposição Acervo em movimento — Aquisições 2019-2022, no 1º andar expositivo do Margs (Pinacotecas, Salas Negras e Sala Aldo Locatelli).

A obra é uma tentativa de desenhar imagens em movimento. A ação educativa iniciará no espaço expositivo do 1º andar, partindo de questões sobre a maneira como desenhamos, como vemos as imagens para desenhá-las e a relação do desenho com o movimento e o corpo, de forma a gerar uma apreciação coletiva da obra. A atividade prática será realizada na parte externa do Museu, com o objetivo de desenhar em grupo e em movimento, testando as possibilidades discutidas.

A oficina é gratuita e destinada, sobretudo, a crianças de até 12 anos, acompanhadas de seus responsáveis. As vagas são limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição prévia pelo formulário.

Tatiana Funghetti é licenciada em Artes Visuais e pós-graduada em Educação Infantil. Atuou como professora e arte-educadora em instituições formais e não formais. É servidora pública e coordenadora do Núcleo Educativo do Margs.

Eslly Ramão é estudante de Teatro pela UFRGS e integrante da Rede Espiralar Encruza. Integrou o elenco das peças Carne Viva e SobreVivo – Antes que o baile acabe. Em 2021, trabalhou no projeto Verafro, que tinha como protagonistas Pretagô e Espiralar Encruza. Atuava como ator, performer e mediador de conversas. Em 2021, também participou do projeto TocArte como ator e performer. É campeão e finalista em rodas de slam (campeonato de poesia falada) na cidade de Porto Alegre. Foi mediador e arte-educador na Fundação Iberê Camargo (2021-2022) e na 13° Bienal do Mercosul. Atualmente, integra o Núcleo Educativo e de Programa Público do Margs.

Palestra sobre a estratégia “extramuros” do Margs na década de 1970

No dia 20 de maio, às 17h30, Aline Vargas apresentará, no Auditório do Margs, a palestra “O museu público e o público do museu: a estratégia extramuros do Margs na década de 1970 e diálogos museológicos possíveis”. A comunicação parte de sua dissertação de mestrado Entre públicos: um estudo sobre as ações educativo-culturais extramuros do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (1975-1979), defendida em 2023 no Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio da UFRGS.

Aline abordará um momento da história institucional do Margs, na década de 1970, em que a instituição, já definitivamente instalada no histórico prédio da Praça da Alfândega, promoveu ações educativas em escolas, indústrias, hospitais, centros de reabilitação e de detenção. O objetivo era promover o contato direto das obras de arte e dos artistas com o cotidiano dos públicos.

A mediação da atividade será de Pedro Osorio, integrante do Núcleo Educativo e de Programa Público do Margs. A atividade é gratuita, sem necessidade de inscrição prévia, sendo disponibilizados 60 lugares, por ordem de chegada. A palestra faz parte da programação do Margs para a Semana dos Museus, proposição do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Aline Vargas é museóloga, mestre em Museologia e Patrimônio pela UFRGS e aluna especial no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRGS. Entre a pesquisa e a ação, transita entre diferentes esferas do cotidiano museal e patrimonial, com interesse especial voltado à arte, expografia e expologia, ações educativo-culturais, comunicação e conservação preventiva de acervos.

Pedro Osorio é Analista em Assuntos Culturais no Núcleo Educativo e de Programa Público do Margs. Mestrando no Programa de Pós-Graduação Interunidades em Museologia pela Universidade de São Paulo (PPGMus/USP) e licenciado em História pela UFRGS. Representante da sociedade civil no Colegiado Setorial de Memória e Patrimônio do Rio Grande do Sul — gestão 2023-2024 (Sedac/RS). Foi educador no Setor de Ação Educativa do Memorial do Rio Grande do Sul (Sedac/RS) e no Centro Histórico-Cultural Santa Casa, e pesquisador em História pela UFRGS e em Estatística pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS).

Jogo de tabuleiro Margs Portátil

No dia 27 de maio, às 15h, Gabriela Mattia, do Núcleo Educativo e de Programa Público do Margs, realizará, no 1º andar expositivo do museu, na exposição Acervo em movimento – Aquisições 2019-2022, uma ação com o jogo de tabuleiro Margs Portátil. O jogo foi desenvolvido pelo Núcleo Educativo e de Programa Público do Margs, em parceria entre a Sedac e a Seduc, e distribuído para a comunidade escolar do Rio Grande do Sul.

O Margs Portátil tem por objetivo fazer com que os participantes organizem uma exposição a partir de missões curatoriais e baseada em obras do Acervo Artístico do Margs. O jogo contém 140 imagens de obras e simula a planta baixa do prédio. A ideia é gerar uma interação lúdica e reflexiva do público com o acervo do Margs, a produção artística de diferentes tempos históricos e as atividades desenvolvidas pelo Museu.

Gabriela Mattia é formada em Turismo e estudante de Museologia (UFRGS). Trabalha com educação museal, comunicação em museus e acessibilidade ao conhecimento científico. Estagiária no Núcleo Educativo e de Programa Público do Margs e extensionista no Laboratório de Design e Seleção de Materiais (UFRGS). Já trabalhou no Museu de Porto Alegre, no MACRS e como supervisora na 13ª Bienal do Mercosul.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Sem categoria

Como o Ministro da Fazenda reagiu à decisão do Copom mantendo os juros altos
Falta de insulina no Sistema Único de Saúde já afeta pacientes com diabetes em vários estados
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias