Domingo, 16 de Junho de 2024

Home Flávio Pereira Na reta final, Bolsonaro estimula voto útil no RS, ao declarar apoio para Onyx e Mourão

Compartilhe esta notícia:

O presidente Jair Bolsonaro, diante da necessidade de fortalecer o projeto nacionalista que defende, escancarou seu apoio ao candidato a governador pelo Rio Grande do Sul, o seu ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL),a quem chama carinhosamente de “coringa”. Bolsonaro e a primeira dama Michelle, gravaram manifestações de apoio a Onyx e à sua esposa Denise, além de deixarem claro o apoio ao general Hamilton Mourão (Republicanos), candidato ao Senado. Com isso, estimula o voto útil em Onyx para o governo do Estado e Mourão para o Senado.

Convicção de vitória no primeiro turno

O contraste entre a acolhida que tem encontrado nas ruas de todo o Brasil e os números de algumas pesquisas que ignoram este fenômeno fizeram o presidente Jair Bolsonaro reafirmar ontem, quando retornava de Poços de Caldas (MG), que “a eleição de domingo vai desmentir os institutos de pesquisa que ignoram a voz das ruas, o datapovo”, afirmou.

Vantagem importante em São Paulo

Um levantamento da Modalmais/Futura Inteligência divulgado ontem, revela que o presidente Jair Bolsonaro (PL) abriu grande vantagem sobre Lula (PT) em São Paulo: 44,7% contra 34,1%. Este resultado apresenta uma tendência de alta do presidente na reta final de campanha, que ganhou 5% em relação à pesquisa do mês passado, enquanto Lula caiu 1,7%. O resultado mostra tendência de alta do presidente na reta final de campanha, que ganhou 5% em relação à pesquisa do mês passado, enquanto Lula caiu 1,7%.

Senado tem eleição emocionante no RS

O Real Big Data aponta empate entre Olívio, Mourão e Ana Amélia na disputa pela vaga de senador pelo Rio Grande do Sul. Na pesquisa divulgada nesta sexta-feira (30) os principais candidatos, Olivio Dutra (PT) tem 29%, Hamilton Mourão (REP): 27% e Ana Amélia Lemos (PSD): 27%.

Neymar apoia Bolsonaro e a democracia e recebe ataques da esquerda

O camisa 10 da Seleção Brasileira, Neymar Júnior, após declarar apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que é candidato à reeleição, viu surgirem protestos de outros jogadores e ex-jogadores que apoiam o ex-presidiário, inclusive com ofensas pessoais. Após receber ataques por declarar o apoio a Bolsonaro, Neymar voltou as redes sociais nesta sexta-feira (30) para falar a respeito do seu voto.

“Falam em democracia e um monte de coisa, mas quando alguém tem uma opinião diferente é atacada pelas pessoas que falam em democracia. Vai entender”, escreveu o jogador em sua conta oficial no Twitter.

Se eleito, Olívio Dutra cede mandato para suplente do PSOL

A modalidade de “candidatura coletiva” anunciada pelo candidato ao Senado Olívio Dutra (PT) traz uma novidade que poderá significar uma frustração para o eleitor que votar no “galo missioneiro”. Caso seja eleito, Olívio Dutra vai colocar em prática o que chama de “candidatura coletiva”, dividindo o mandato com os suplentes, o vereador de Porto Alegre, Roberto Robaina (PSOL) e a vereadora de Viamão Fatima Maria (PT). Neste caso, o eleitor corre o risco de se sentir ludibriado, comprando gato por lebre.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Saída da Comandante Nádia estimula voto útil para Mourão ao Senado e aumenta especulação pela renúncia de Heinze
Indecisos e abstenção podem definir a eleição: em 2018, quase 30 milhões não foram votar
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias