Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2022

Home Ciência Nasa recruta religiosos para saber como grupo reagiria a um encontro com alienígenas

Compartilhe esta notícia:

Um padre e teólogo britânico está ajudando a aconselhar a Nasa (agência espacial norte-americana) sobre o que ela deve fazer se for encontrada vida alienígena. O reverendo Dr. Andrew Davison diz que a perspectiva de encontrar vida em outro planeta está se tornando cada vez mais real.

O teólogo da Universidade de Cambridge, que tem doutorado em bioquímica por Oxford, trabalha para a Nasa e publicou seu próprio livro, que deve ser lançado no próximo ano.

Ele foi um dos 24 especialistas religiosos que participaram de um programa patrocinado pela agência espacial norte-americana no Centro de Investigação Teológica da Universidade de Princeton, em Nova Jersey, para avaliar como as religiões reagiriam às notícias de que existe vida em mundos além do nosso.

No livro Astrobiology and Christian Doctrine (Astrobiologia e Doutrina Cristã, em tradução livre) do Dr. Davison, ele analisa as grandes questões: Deus poderia ter criado vida em outro lugar do universo? Ele poderia ter enviado um salvador para morrer pelos pecados de uma espécie alienígena? A descoberta de vida extraterrestre exigiria que as religiões reescrevessem suas histórias de criação? Ou seria aceito com facilidade pelas religiões? Se você acredita que um Deus ou deuses criaram todas as criaturas, grandes e pequenas, por que não aplicar isso em todo o universo?

O Bispo de Buckingham, o Rev. Alan Wilson da Direita, o Rabino Dr. Jonathan Romain da Sinagoga Maidenhead e o Imam Qari Asim da Mesquita de Makkah em Leeds disseram ao jornal The Times que concordavam que os ensinamentos Cristão, Judaico e Islâmico não seriam perturbados pela descoberta de vida alienígena.

Carl Pilcher, chefe do Instituto de Astrobiologia da Nasa até 2016, disse que a  agência espacial norte-americana queria que os teólogos “considerassem as implicações da aplicação das ferramentas da ciência do final do século 20 [e início do 21] a questões que foram consideradas nas tradições religiosas por centenas ou milhares de anos”.

Ele disse que era “inconcebível” que a Terra seja o único lugar no universo que abriga vida. “Isso é simplesmente inconcebível quando existem mais de 100 bilhões de estrelas nesta galáxia e mais de 100 bilhões de galáxias no universo.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Decoração de ano novo simples: 5 ideias para você enfeitar a casa
Além da morte da escritora gaúcha Lya Luft, Cultura perdeu pelo menos 69 personalidades em 2021
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa