Sábado, 02 de Março de 2024

Home em foco No tênis, Bia Haddad vence Pliskova e está na final do WTA de Toronto

Compartilhe esta notícia:

Bia Haddad dia após dia faz história no WTA 1000 de Toronto. Neste sábado (13), a brasileira bateu Karolina Pliskova, número 14 do mundo, por dois sets a zero, parciais de 6/4 e (9)7/6 (7), e garantiu vaga na final da competição. É a primeira vez que uma brasileira está na decisão de um torneio 1000.

No primeiro set, a brasileira já abriu na frente e conseguiu manter. Mas, no segundo, chegou a estar perdendo por 5 a 2, mas foi buscar a virada.

A final será disputada neste domingo (14), a partir das 13h (horário de Brasília), contra a romena Simona Halep, que bateu na outra semifinal a americana Jessica Pegula, por dois sets a um. Bia já jogou três vezes contra Halep, com uma vitória e duas derrotas no currículo.

Para atingir esse feito, Bia precisou derrotar grandes nomes do tênis mundial. Na sexta-feira (12), tirou do caminho a campeã olímpica Belinda Bencic. Antes, passou pela italiana Martina Trevian (26ª), pela canadense Leylah Fernandez (13ª) e pela líder do ranking, a polonesa Iga Swiatek em um duelo que entrou para a história do tênis brasileiro. Bia foi a primeira tenista do país a vencer uma número 1 do mundo.

Com a campanha histórica em Toronto, Bia garantiu um salto no ranking feminino. Se for campeã subirá para a 14ª colocação. Se perder, ficará em 16ª. Hoje, a brasileira está em 24º.

Jogo

Bia começou com o pé direito. Logo no primeiro game, surpreendeu Pliskova e quebrou o saque da adversária. A tcheca ficou irritada, e a brasileira ganhou ainda mais confiança. Bia manteve bem seu saque, e voltou a quebrar o serviço da rival no quinto game, abrindo 4 a 1. Ambas confirmaram seus saques e o placar foi para 5 a 2 a favor da brasileira.

Quando parecia que Bia levaria o set com facilidade, Pliskova resolveu entrar no jogo. O oitavo game foi extremamente disputado, com a brasileira tendo três chances de fechar a parcial e a tcheca arriscando tudo nas devoluções e conseguindo chances de quebrar o serviço. Que foi o que acabou acontecendo na quarta tentativa. Na sequência, Pliskova confirmou o game e jogou a pressão para Bia no 5 a 4. A brasileira, porém, se mostrava muito tranquila em quadra. Sacando bem, não deu chance para o azar e fechou o set em 6 a 4.

Pliskova começou melhor o segundo set. Garantiu o serviço e quebrou o saque de Bia logo no segundo game. As duas passaram a confirmar seus serviços, o que era ruim pra Bia, que precisava de uma quebra. A tcheca fez 5 a 2. Bia se manteve firme e confirmou o saque para fazer 5 a 3. Pliskova sacou para fechar e teve a bola do set. Mas na hora H, Bia cresceu, salvou o set point, e ainda quebrou o serviço da rival. 5 a 4.

Confiante, Bia sacou muito bem e não deu chance para a adversária no décimo game, deixando tudo igual em 5 a 5. Nos dois games seguintes, ambas lutaram muito, mas conseguiram confirmar seus serviços: 6 a 6. No tie-break, muita emoção. As duas conseguiram duas quebras cada.

Bia teve um match point no 6 a 5, mas Pliskova foi bem no saque e salvou. Aí foi a vez da tcheca ter um set point, mas Bia também salvou. No segundo match point, a tcheca já estava muito cansada, depois de muito correr durante toda a partida. Pressionada, errou os dois saques e deu a vitória à Bia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Deputado quer liberar caça de animais silvestres no Mato Grosso
Neymar faz dois gols na goleada do PSG sobre o Montpellier no Campeonato Francês
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde