Domingo, 23 de Junho de 2024

Home Brasil Operação contra abuso sexual resgata 163 crianças e adolescentes em todo o País

Compartilhe esta notícia:

Ofensiva do governo federal resgatou na quinta-feira (16) 163 crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual em todo o País.

A Operação Caminhos Seguros, voltada ao combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, resultou também na prisão de 314 adultos até o momento. A ação acontece durante todo o mês de maio, como parte da Campanha Nacional de Mobilização para o Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Cerca de 12,7 mil agentes de segurança fiscalizaram mais de 5,3 mil locais em 453 municípios, além de abordarem aproximadamente 53 mil suspeitos. Foram realizadas 86,3 mil diligências policiais. A operação atendeu 6,2 mil vítimas e apreendeu 103 armas de fogo, 7,2 toneladas de drogas e 15,9 mil materiais com alusão a pornografia infantojuvenil.

“Estamos trabalhando incessantemente no combate ao abuso sexual contra crianças e adolescentes. A partir da Caminhos Seguros, as forças de segurança podem reprimir e prevenir a atuação de indivíduos e organizações criminosas. Combater o abuso sexual é uma forma de garantir um ambiente seguro e protegido para eles crescerem e se desenvolverem”, afirmou Rodney da Silva, da Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência (Diopi) do Ministério da Justiça.

A Operação Caminhos Seguros está na quarta edição e tem o objetivo de intensificar o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes em rodovias e hidrovias e locais de vulnerabilidade para a prática do crime. Na prevenção, a operação atua em atividades educativas, como palestras em escolas e distribuição de panfletos sobre violência sexual, além de informação sobre direitos da criança e do adolescente.

A Campanha Nacional de Mobilização para o Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes – “Faça Bonito: Proteja nossas Crianças e Adolescentes” tem o dia 18 de maio como data marcante deste contexto, estabelecida pelo Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania (MDHC), por meio da Resolução nº 236/2023.

A mobilização marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, instituído pela Lei Federal nº 9.970/2000, em memória ao caso da menina Araceli Crespo, de apenas 8 anos, que foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Em 2024, completam-se 51 anos desse episódio.

Em alusão à data, o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) assinou portaria para reestruturação do formulário de registro de denúncia de violência contra crianças e adolescentes nos canais de atendimento do Disque 100. O serviço pode ser considerado como “pronto socorro” dos direitos humanos e atende graves situações de violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estão em curso, acionando os órgãos competentes e possibilitando o flagrante.

O Disque 100 pode ser acionado por meio de ligação gratuita, WhatsApp – (61) 99611-0100, site da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH) , videochamada em Língua Brasileira de Sinais (Libras), aplicativo Direitos Humanos Brasil, e Telegram.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Escolas e universidades gaúchas são liberadas para dar aulas deste ano em 2025
Porto Alegre agora conta com abrigo exclusivo para pessoas idosas
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde